A sociedade de consumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1485 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho Individual para a cadeira de Consumo e Sociedade

Ficha de Leitura


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Obra: A Sociedade de Consumo

Autor: Jean Baudrillard Editora: Edições 70

Ano da Edição: Março de 2007 Local: Lisboa

Traduzido por: Artur Morão

Páginas: 47 - 99

Outrasreferências: Segunda Parte; Teoria do Consumo
1425 Palavras

O presente trabalho foi realizado no âmbito da disciplina de Consumo e Sociedade e pretende, tanto apresentar como fazer uma crítica à segunda parte do livro A Sociedade de Consumo de Jean Baudrillard, Teoria do Consumo. Livro este que serve de base, contribuição e relevância para o estudo e conhecimento científico nesta área.Para tal, será efectuada uma revisão da literatura, bem como, serão utilizados apontamentos retirados das aulas, e ainda, os documentos facultados pela professora.
Será feita uma breve contextualização sobre a época história que é retratada no excerto do livro, mas também, uma introdução ao próprio conceito de consumo.
No fim será feita uma crítica tanto ao tema como à sociedade eserá apresentado os pontos fundamentais do presente trabalho.



Na sequência da expansão do fenómeno da Revolução Industrial tecnológica dá-se início à época histórica denominada por Modernidade. Nesta, a ideia de ser moderno e evoluído é entendida através do processo da modernização tecnológica, bem como, a ideia de que as sociedades progridem/ evoluem no sentido de um melhorbem-estar material ligado à sociedade de consumo.
Devido à expansão do tipo de economia de mercado capitalista que se veio impor a quase todas as sociedades, dá-se o consumo, como característica da modernidade no ocidente, passando a ser então uma parte importante da nossa vida e a ter uma função muito mais que apenas a sobrevivência, como diz o autor, em que consumimos sempre muito mais do que oque precisamos, este vai para além da nossa necessidade.
Assim, a sociedade moderna passa a ser vista como uma sociedade de consumo em que tudo é orientado pelo consumo, isto significa assim, uma perda de preponderância de certos aspectos na sociedade que outrora eram importantes.
O livro A Sociedade de Consumo do sociólogo francês Jean Baudrillard é uma análise que o autor faz,abordando conceitos como sociedade, cultura e consumo, da sociedade ocidental moderna e a sua percepção sobre qual o papel da prosperidade na felicidade/ bem-estar das pessoas e como é que essas características estão ligadas ao consumo da sociedade. Este ainda através de vários exemplos e de várias referências tanto a outros casos e a outros escritores, dá-nos uma ideia mais abrangente, sendo que nãose limita apenas ao que o mesmo pensa, mas dá-nos bases para mais pesquisas e comparações.
Baudrillard começa por estudar o contexto da França, os países do Norte da Europa, nas sociedades com níveis de consumo elevado. Para este, o consumo é visto como um sistema de valores e
Segundo o autor, o processo de consumo pode ser analisado tendo em conta dois aspetos: como um processo designificação e de comunicação, onde através de signos o individuo é levado a comprar certos objectos; e o de classificação e diferenciação social, onde o indivíduo é levado a consumir de forma a atingir um determinado estatuto social.
Ao longo do texto, uma das perguntas que Baudrillard tenta responder é Como funciona a igualdade e a desigualdade na sociedade de consumo? Assim, defende avertente de que «não existe “sociedade de abundância” ou “sociedade de penúria”, já que toda a sociedade, seja ela qual for e seja qual for o volume dos bens produzidos ou riqueza disponível, se articula ao mesmo tempo sobre um excedente estrutural e sobre uma penúria estrutural.» (P.51) Podendo ser considerado como uma crítica, quer isto dizer que independentemente da riqueza produzida haverá...
tracking img