Sistema raid

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2169 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Este artigo visa explicar os conceitos da tecnologia RAID, muito utilizada para operações críticas, onde não se pode perder dados ou ter serviços fora de funcionamento. Para um usuário normal, a perda de dados até que pode não fazer muita falta (mesmo que tenha, inclusive, valores sentimentais). Mas para empresas ou profissionais, a perda de informações pode significar prejuízosenormes. A tecnologia RAID, já consolidada e usada há alguns anos, é uma forma bastante eficiente de proteger informações e no caso de empresas, garantir a permanência de seus negócios.

O que é RAID

RAID é a sigla para Redundant Array of Inexpensive Disks. Sua definição em português seria "Matriz Redundante de Discos Independentes". Trata-se de uma tecnologia que combina vários discosrígidos (HD) para formarem uma única unidade lógica, onde os mesmos dados são armazenados em todos (redundância). Em outras palavras, é um conjunto de HDs que funcionam como se fossem um só. Isso permite ter uma tolerância alta contra falhas, pois se um disco tiver problemas, os demais continuam funcionando, disponibilizando os dados. O RAID surgiu a mais de 15 anos, através de pesquisas na Universidadede Berkesley, na Califórnia, Estados Unidos.

Para que o RAID seja formado, é preciso utilizar pelo menos 2 HDs. O sistema operacional, neste caso, enxergará os discos como uma unidade lógica única. Quando há gravação de dados, os mesmos se repartem entre os discos do RAID (dependendo do nível). Com isso, além de garantir a disponibilidade dos dados em caso de falha de um disco, é possíveltambém equilibrar o acesso às informações, de forma que não haja gargalos.

Nos sistemas atuais, a implementação do RAID pode se dar de três maneiras:

1. Através de Software no próprio equipamento onde está conectado um conjunto de discos (JBOD, sigla para Just a Bunch Of Disks), neste método o processador do próprio equipamento é sobrecarregado com o processamento relacionado ao método de RAIDutilizado. Um exemplo típico seria um servidor com dois ou mais discos (geralmente hot-swap) ligados através de uma simples controladora SCSI ou mesmo IDE.

2. Utilizando uma controladora (HBA, Host Bus Adapter) conectado ao barramento do servidor, que gerencia e controla o conjunto de discos (JBOD) . Estas controladoras geralmente incluem módulos de memória para cachê, otimizando o acesso deleitura e gravação dos dados. O sistema operacional enxerga os volumes RAID transparentemente, como se fossem discos simples.

3. Utilizando um gabinete externo que contenha a controladora RAID e o JBOD. Neste modelo a unidade externa é conectada à uma controladora SCSI ou de FC (Fibre Channel), sendo reconhecida pelo sistema como um volume de discos simples. Alguns modelos permitem ogerenciamento por console serial e alguns até mesmo pela LAN, inclusive com interfaces HTTP.

Em um volume RAID, a informação é distribuída em Stripes. Um Stripe é um conjunto de setores de cada um dos discos do JBOD. Cada Stripe constitui uma célula individual de dados do volume RAID.

Os níveis de RAID

Existem diversos tipos de RAID, cada um com características próprias, e alguns tipos aindapodem ser agrupados. Segue a descrição dessas modalidades de RAID:

RAID nível 0 - Este nível também é conhecido como "Striping" ou "Fracionamento". Nele, os dados são divididos em pequenos segmentos e distribuídos entre os discos. Este nível não oferece tolerância a falhas, pois não existe redundância. Isso significa que uma falha em qualquer um dos HDs pode ocasionar perda de informações. Poressa razão, o RAID 0 é usado para melhorar a performance do computador, uma vez que a distribuição dos dados entre os discos proporciona grande velocidade na gravação e leitura de informações. Quanto mais discos houver, mais velocidade é obtida. Isso porque, se os dados fossem gravados em um único disco, esse processo seria feito de forma seqüencial. Com o RAID, os dados cabíveis a cada disco...
tracking img