Sistema patriarcal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1782 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA PATRIARCAL

Antecedentes
Friedrich Engels, influenciado pelo pensamento de Bachofen, no seu A Origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado, postulou que, antes de serem atormentados pela civilização, os humanos viveram num estado de felicidade comunitária, assinalada por uma promiscuidade alegre e plena igualdade dos sexos. Entretanto, a invenção da domesticação de animaislevou à acumulação de propriedade privada pelos homens. Com a propriedade nas mãos dos homens veio o desejo masculino da herança sistemática, que levou os homens a controlarem a sexualidade das mulheres como meio de deixar clara a paternidade. Em outras palavras, uma vez que detinham propriedades, os homens queriam ter certeza de quem eram seus verdadeiros herdeiros e, assim, a propriedade privadalevou diretamente à subordinação das mulheres, "à derrota histórica mundial do sexo feminino". 
A historiadora Gerda Lerner concebeu uma progressão que não difere muito da de Engels, embora ela ofereça um cenário mais abrangente e prefira imaginar uma institucionalização gradual da dominação masculina ao longo de um período de 2.500 anos, entre 3.100 a.C. e 600 a.C., no Oriente Médio. Porém, osmais antigos documentos na Mesopotâmia indicam que o patriarcado começou antes da História escrita. Assim sendo, somos obrigados a suplementar uma análise histórica com especulações antropológicas sobre sociedades caçadoras-coletoras contemporâneas. Lerner afirma que nessas sociedades encontram-se "muitos exemplos de complementaridade entre os sexos e sociedades nas quais as mulheres têm um statusrelativamente elevado".

Sistema Patriarcal – Conceito
O chamado modelo patriarcal de família tem referência com o modelo senhorial e os clãs parentais.
Na definição da família patriarcal, temos uma família numerosa, composta não só do núcleo conjugal e de seus filhos, mas incluindo um grande número de criados, parentes, aderentes, agregados e escravos, submetidos todos ao poder absoluto dochefe de clã, que era, ao mesmo tempo, marido, pai, patriarca. O termo patriarcalismo, designa a prática desse modelo como forma de vida própria ao patriarca, seus familiares e seus agregados.
Nele, o pater seria o chefe (ou, autoridade maior) do grupo familiar. Logo, não se restringe apenas ao núcleo familiar pai, mãe e filhos, mas faz referência a todos os que giram em torno do núcleo centralizadordos vários tipos de relação: o patriarca. Dessa forma, o patriarca constitui-se em um núcleo econômico e um núcleo de poder.
Como núcleo econômico, o patriarca tem um extenso número de agregados, criados, escravos, etc. Que dependem dele como provedor. Percebe-se que, neste modelo de sociedade, as relações econômicas contornam a figura do chefe – do pater – este, muitas vezes, era um senhor deengenho.
Como núcleo de poder destaca-se o fato de todos os seus agregados estarem subordinados a sua autoridade; é o pater, quase que na totalidade das vezes, quem decide o destino de seus agregados.
O modelo patriarcal pressupõe, segundo a historiografia, algumas premissas como:
1) A visão de uma sociedade dividida entre senhores e escravos. Este conceito analítico seria definidoprincipalmente por correntes historiográficas de tendências marxistas.
2) A escravidão teria desvirtuado o comportamento familiar do modelo ibérico.
3) A família brasileira seria uma adaptação ao sistema colonial, ou seja, resultado de um processo singular de criação de um determinado tipo de estrutura social.
Essa visão, proposta, sobretudo no terceiro ponto, naturalizou historicamente o modelo patriarcal.Nas discussões a respeito do tema, durante a década de vinte, cujo principal articulista foi Gilberto Freyre, no Diário de Pernambuco, a campanha regionalista e tradicionalista encamparia esta bandeira ao pressupor que a sedução ao moderno desenraizaria as tradições familiares do ser original do Nordeste.
O processo de colonização no Brasil deu-se sobre a égide de um tripé fundamental...
tracking img