Iracema

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2298 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1-Introdução

O livro conta sobre a historia de Iracema , uma índia que se apaixona por uma homem branco, Martim,comprometido. Um romance que se passa nas matas do Ceará no século XVII.

Iracema,filha do pajé dos tabajaras, Araquém, e guardião do segredo de jurema que era símbolo da fertilidade de sua nação. Martim, também apaixonado pela filha de Araquém, como ele gostava de chama - lá, é oestrangeiro que vive com os inimigos de tabajaras,os pitiguaras. Entre encontros e romances com muito amor nasce um fruto, que marcará para sempre toda a tribo.

2-Iracema

Lenda do Ceará.

Durante uma caçada, Martim, homem branco, se perdeu dos companheiros pitiguaras e caminhou sem saber por onde andava durante três dias.
No interior das matas da tribo dos tabajaras,Iracema,filha do pajé da tribo,se deparou com Martim. Surpresa e amedrontada, a índia feriu o branco no rosto com uma flecha. Ele não reagiu, por ela ser mulher, e seus ensinamentos não permitiam que ele fizesse isso. Arrependida, a Iracema correu até Martim e ofereceu-lhe hospitalidade, quebrando com ele a flecha da paz.
Iracema então arrependida, leva Martim para sua cabana onde foi bem recebido porAraquém, pajé da tribo que ali morava com a filha. Ao cair da noite, Araquém havia deixado seu hóspede sozinho, para que ele fosse servido pelas mais belas índias da tribo. O jovem branco estranhou que entre elas não estivesse a sua amada Iracema, a qual lhe explicou que não poderia servi-lo porque era quem conhecia o segredo da bebida oferecida ao pajé e devia prepará-la.
Mesmo sendo bem recebidonaquela noite, onde tabajaras recepcionavam festivamente seu grande chefe Irapuã, vindo para comandar a luta contra os inimigos pitiguaras. Aproveitando-se da escuridão, Martim resolveu ir embora. Ao penetrar na mata, surgiu-lhe à frente o vulto de Iracema.

Iracema magoada, o seguira e lhe perguntou se alguém lhe fizera mal, para ele fugir assim. Percebendo sua ingratidão, Martim se desculpou.Iracema pediu-lhe que esperasse, para partir, a volta, no dia seguinte, de Caubi, que o saberia guiar pela mata. O guerreiro branco voltou com Iracema e dormiu sozinho na cabana.
Na dia seguinte, Martim foi passear com Iracema. Ele estava triste; ela lhe perguntou se eram saudades da noiva, que deixara para trás. Apesar da negativa de Martim, ela o levou para um bosque silencioso e prometeufazê-lo ver a noiva; e o preparou uma bebida. Martim,após tomar a bebida, adormeceu e sonhou com Iracema; inconsciente, ele falou o nome da índia e a abraçou; ela se deixou abraçar e os dois deram um beijo apaixonante. Quando Iracema ia se afastando, apareceu Irapuã, que declarou o seu amor à assustada moça e percebendo o que estava acotecendo ameaçou matar Martim. Diante da reação contrária dela, Irapuãse foi, ainda mais apaixonado. Apaixonada, porém, estava Iracema por Martim e passou a ficar preocupada pela vida dele.
Na manhã seguinte, Martim,anunciou à Iracema que ele poderia partir logo, ela sabendo da noticia fica triste. Para fazê-la voltar à alegria, prometeu-lhe que ficaria e a amaria. Mas a índia lhe informou que quem se relacionasse com ela morreria, porque, por ser filha do pajé,guardava o segredo da Jurema. Ambos sofriam com a idéia da separação. Seguindo Caubi, Martim, sem nenhuma opção, partiu triste, acompanhado por Iracema, também triste. Com um beijo, os dois se despediram e o branco continuou sua caminhada somente com Caubi. Irapuã,querendo cumprir sua promessa, à frente de cem guerreiros, cercou os caminhantes para matar Martim. Caubi se opôs e soltou o grito deguerra, ouvido na cabana por Araquém e pela filha. Iracema desesperada correu e assistiu à cena; Irapuã ameaçava Martim, que se mantinha calmo. A moça quis persuadi-lo a fugir; ele não aceitou a idéia, resolveu enfrentar Irapuã, apesar de Caubi provocar o enciumado tabajara para lutar com ele. Quando Irapuã e Caubi iam começar uma luta, ouviu-se o som de guerra dos pitiguaras,os inimigos dos...
tracking img