Sistema limpeza a seco cana

SEMINÁRIO G&E POWER & WATER TRATAMENTO DE ÁGUAS E PROCESSO NA INDUSTRIA SUCROALCOOLEIRA

SISTEMAS DE LIMPEZA DA CANA VIA ÚMIDO/SECO. IMPACTOS NA INDUSTRIA

Ramón Orlando Villarreal Ramón OrlandoVillarreal

Maringá, 05 Março 2.010

SISTEMA LIMPEZA CANA VIA ÚMIDA TRATAMENTOS UTILIZADOS - ORIGEM OBJETIVO DO SISTEMA: RETIRADA DAS IMPUREZAS MINERAIS INCORPORADA NA COLHEITA DA CANA INTEIRAQUEIMADA. A RETIRADA DAS IMPUREZAS OCORRE NA MESA ALIMENTADORA, PARA EVITAR ABRASÃO , E PERDA DE QUALIDADE DOS PRODUTOS FABRICADOS; USADOS NO INICIO DO PROÁLCOOL, COLHEITA MANUAL QUEIMADA; CONSUMOESPECÍFICO : 5 A 10 m3/t Cana , EM FUNÇÃO DAS IMPUREZAS; SISTEMAS EM CIRCUITOS : ABERTO, FECHADO OU SEMI-FECHADO; TRATAMENTO DA ÁGUA DE LAVAGEM DE CANA: VISA A REMOÇÃO DO MATERIAL SEDIMENTÁVEL E AMANUTENÇÃO DE REUSO NA PRÓPRIA LAVAGEM DE CANA. PARA REUSO DA ÁGUA UTILIZA-SE O SISTEMA DE DECANTAÇÃO COM TRÊS SISTEMAS CONVENCIONAIS: LAGOAS DE SEDIMENTAÇÀO, CAIXAS DE DECANTAÇÃO E DECANTADORES CIRCULARES(MARACANÃ) ; CONSTITUENTES DA ÁGUA LAV. CANA : TERRA, NUTRIENTES, AÇÚCARES, MICROORGANISMOS E OUTRAS IMPUREZAS ADERIDAS AO COLMO DA CANA; CORREÇÃO DO PH COM LEITE DE CAL , FAIXA 10,0 -11,0 ; PARA EVITARCORROSÃO E MELHORIA DA DECANTAÇÃO; LIMITADO PELO CUSTO OPERACIONAL (INSUMOS, VOLUMEN,ETC.) Ramón Orlando Villarreal

DADOS DE PROJETO DO SISTEMA DE TRATAMENTO

LAGOA SEDIMENTAÇÀO Qtde. UnidadesMinima Taxa Aplic. Superficial (m3/m2.h) Eficiência remoção Inclinação rampa acesso Tempo Retenção Sistema operação Consumo Específico (m3/tc) Ramón Orlando Villarreal 40 -50 dias Continuo 5-10 1CAIXAS DECANTAÇÃO 3 1 ,0 – 1,4 Part. >0,025 mm 10% >1 h Intermitente 5-10

MARACANÃ 1 1,2 – 1,4 Part. >0,020 mm

1,7 – 2,0 h Continuo 5

TRATAMENTO DA ÁGUA DE LAVAGEM DE CANA – CAIXAS DESEDIMENTAÇÀO

Ramón Orlando Villarreal

TRATAMENTO DA ÁGUA DE LAVAGEM DE CANA – CAIXAS DE SEDIMENTAÇÀO

Ramón Orlando Villarreal

TRATAMENTO DA ÁGUA DE LAVAGEM DE CANA – TANQUE DE SEDIMENTAÇÀO...
tracking img