Sindrome de dow

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 43 (10660 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANDRESSA FERREIRA GONÇALVES

As Dificuldades da Alfabetização nas Séries Iniciais:
SINDROME DE DOWN

.

Cachoeiro de Itapemirim-ES

julho, 2012

ANDRESSA FERREIRA GONÇALVES



As Dificuldades da Alfabetização nas Séries Iniciais:
SINDROME DE DOWN






Monografia apresentada ao curso de Pós- Graduação e Extensão a Faculdade São Francisco – ES EDUCAÇÃO ESPECIALINCLUSIVA COM ÊNFASE EM DEFICIENCIA




Cachoeiro de Itapemirim-ES
julho, 2012

DEDICATÓRIA

Dedico este trabalho aos meus filhos, meu marido que tanto me incentiva e apoia, os meus familiares que me incentivaram para que pudesse vencer mais esta etapa.

AGRADECIMENTOS
A Deus que me criou e guia os meus caminhos minha família,meus amigos e os professores do curso que meproporcionaram sentimentos de coragem, perseverança e gratidão.

"Ser mestre não é apenas lecionar. Ensinar não é apenas transmitir matérias. Ser mestre é ser instrutor e amigo, guia e companheiro. É caminhar com o aluno passo a passo, é transmitir a ele o segredo da caminhada." (PIAGET)

RESUMO

Para a realização da pesquisa, utilizamos a análise de conteúdo como abordagem metodológica, oque nos permitiu ter uma visão ampla das representações sociais e do contexto escolar. Para a coleta dos dados empíricos foram selecionados dois instrumentos principais: o questionário e a entrevista semi-estruturada, pois se acredita que com esses instrumentos a atitude, as opiniões e os discursos possam ser captados. Através dos discursos dos professores, buscamos compreender as representaçõesque eles têm de seus alunos com SD, dando atenção maior a alguns pressupostos, tais como: o fenótipo, os mitos, as terminologias, os sentimentos, as atitudes.

O trabalho de conclusão de curso TCC tem por finalidade conhecer e discutir o processo de inclusão de uma criança com Síndrome de Down na escola regular, haja visto que o procedimento de inclusão, exatamente por diferenciar da arcaicaprática da integração, desafia os sistemas sociais comuns a realizar mudanças fundamentais em seus procedimentos e estruturas.
A inclusão social é, portanto um processo que contribui para a construção de um novo tipo de sociedade através transformações, pequenos e grandes, seja nos ambientes físicos, na mentalidade das pessoas e do próprio Portador de Necessidades Educativas Especiais.
O estilode vida independente compreende movimento, filosofia, programas, processos
fundamentais para que a inclusão, ocorra com as pessoas Portadoras de Deficiência terão maior participação de qualidade na sociedade, tanto na condição de beneficiários dos bens e serviços que ela dispõe, como também na de contribuintes ativos no desenvolvimento social, econômico, cultural e política da nação. Através dapesquisa
bibliográfica permitiu traçar um quadro visível das questões que norteiam o processo de Inserção do Portador de Síndrome de Down na escola, inclusive nos induzindo a conhecer de forma minuciosa o caminho percorrido pelo Portador de Síndrome de Down como também todos os membros que fazem parte da incansável luta rumo a
sucessos.
Deve-se haver inclusão na educação, no lazer, nasociedade, no coração. Quando isso se realizar, podemos falar de vida inclusiva.

Palavras-chave: Síndrome de Down; Educação Inclusiva; Representações Sociais

ABSTRACT

For the research, we used content analysis as a methodological approach, which allowed us to take a broad view of social representations and the school context. To collect the empirical data we selected two main instruments:a questionnaire and semi-structured interview, it is believed that these instruments with the attitude, opinions and speeches can be obtained. Through the discourse of teachers, we understand the representations they have of their students with SD, giving greater attention to some assumptions, such as the phenotype, the myths, terminology, feelings, attitudes.

The work of completion CBT aims...
tracking img