Silvia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1455 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Pérola-da-terra

O inseto somente é prejudicial na fase jovem (ninfas), visto que os adultos são desprovidos de aparelho bucal. A cochonilha reproduz-se apresentando uma geração por ano (Fig. 3). A biologia do inseto, partindo da fase de cisto com ovos (Fig. 4), que na Região Sul do Brasil ocorre de outubro a janeiro, inicia com o rompimento do cisto e liberação das ninfas móveis do primeiroinstar (Fig. 5). No período de eclosão das ninfas que ocorre de novembro a março, estas pressionam e rompem as paredes frágeis do cisto, resultando na dispersão da praga. O primeiro instar é móvel e caminha de forma ativa até encontrar uma raiz para se fixar e alimentar (Fig. 6).

Fig. 3. Ciclo biológico da pérola-da-terra em plantas de videira.
Adaptado de Hickel (1996)

Fig. 4. Cisto com ovosda pérola-da-terra.
(Foto: E. Hickel)

Fig. 5. Eclosão das ninfas a partir dos cistos com ovos.
(Foto: E. Hickel)

Fig. 6. Ninfas de primeiro instar fixadas às raízes de videira.
(Foto: E. Hickel)
A partir do segundo instar, as ninfas perdem as pernas e permanecem no interior da cutícula que se converte numa cápsula protetora, assumindo formato esférico. A ninfa de segundo instar atinge omáximo de crescimento em outubro-novembro, possui formato globoso, coloração amarela, sendo denominada de pérola-da-terra (Fig. 7). O completo desenvolvimento das ninfas origina fêmeas que podem morrer dentro do próprio cisto (reprodução assexuada), após realizarem a postura (cisto com ovos), ou então, emergirem através de um opérculo circular no extremo distal anterior do cisto e subirem àsuperfície como fêmeas móveis (Fig. 8), para um eventual acasalamento (reprodução sexuada), retornando em seguida para o interior do solo. Embora pouco comum, na reprodução sexuada, os indivíduos do sexo masculino podem passar pelos três instares ninfais, pré-pupa móvel (Fig. 9), pupa (Fig. 9) e originar machos alados (Fig. 10), que vivem no máximo dois dias e, a princípio, só possuem a função decopular as fêmeas móveis.

Fig. 7. Cisto amarelo da pérola-da-terra.
(Foto: E. Hickel)

Fig. 8. Fêmeas móveis da pérola-da-terra.
(Foto: E. Hickel)

Fig.9. Pré-pupa (E) e pupa (D) da pérola-da-terra.
(Foto: Saulo de J. Soria)

Fig 10. Macho alado da pérola-da-terra.

Dispersão
A dispersão da pérola-da-terra ocorre por vários meios. O homem pode transportar a praga através do solo retidoem sapatos, enxadas e implementos agrícolas, quando há movimentação de uma área infestada para outra. Porém, o principal meio de dispersão é através da movimentação de mudas enraizadas infestadas pela praga.
Após instalada na propriedade, formigas doceiras, associam-se aos cistos da pérola-da-terra, em busca dos excrementos açucarados da cochonilha. Esta associação (protocooperação) resulta notransporte (forese) das ninfas de primeiro instar para novos pontos do hospedeiro ou outras plantas. Além do transporte das ninfas no interior do parreiral, as formigas protegem a cochonilha do ataque de inimigos naturais e, ao cavarem galerias, facilitam a sobrevivência do inseto sob o solo. Quando as formigas não estão presentes em associação com os cistos, estes ficam encrustrados, com fungos quese desenvolvem sobre os excrementos açucarados presentes na superfície do corpo.
Avaliação da presença da praga
A melhor época para avaliar a presença da pérola-da-terra no parreiral é no início da brotação, arrancando-se as plantas menos vigorosas e observando-se a presença do inseto nas raízes. O mesmo procedimento pode ser adotado em plantas hospedeiras da praga, presentes no parreiral,principalmente a língua-da-vaca

Controle cultural

A eliminação de ervas invasoras também constitui-se em prática cultural importante na redução populacional da pérola-da-terra, visto que algumas invasoras são reservatórios naturais do inseto no interior do parreiral
Resistência de plantas
A resistência de plantas é considerada um dos métodos mais promissores para o controle da praga. 
O...
tracking img