Seu balde esta cheio?

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2269 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FABRAI

HERBERT TÍNEL PEIXOTO

SEU BALDE ESTA CHEIO?
O poder transformador das emoções positivas na vida profissional e afetiva

BELO HORIZONTE / MG
2008.2

HERBERT TÍNEL PEIXOTO

SEU BALDE ESTA CHEIO?
O poder transformador das emoções positivas na vida profissional e afetiva

Trabalho acadêmico apresentado à disciplina Gestão E Liderança, comoparte da avaliação do 8º semestre letivo da 1ª unidade do curso de Administração com habilitação em gestão e Logística. Tendo como avaliador o professor administrador Gilmar.

BELO HORIZONTE / MG
2008.2

“É importante termos consciência de que cada momento do dia, todos os dias, nos deparamos com uma escolha: podemos encher os baldes uns dos outros ouesvaziá-los. É uma escolha crucial, com sérias conseqüências para os nossos relacionamentos, para a nossa produtividade, saúde e felicidade”.
Tom Rath e Donald O. Clifton.
INTRODUÇÃO
A obra “Seu balde está cheio?”, começa com o interesse do professor de psicologia Dom Clifton em estudar a psicologia nas coisas e atitudes boas das pessoas, pois ao passar dos tempos e dealguns estudos, percebeu que a psicologia se baseava somente nas coisas ou atitudes que iam mal à vida das pessoas. Com isso nas últimas décadas Dom e seus amigos elaboraram palestras e entrevistas focando a psicologia ao lado positivo que a maioria das pessoas não viam nem em si mesma. E assim Dom durante seus 79 anos, com sua crença de fazer com que as pessoas enxerguem o que vai bem, conseguiuatingir muitas pessoas e empresas, e as ensinou a encher os baldes uns dos outros.
Todas as pessoas possuem baldes invisíveis, onde se está cheio elas estão bem, se está vazio ficamos péssimos. Com isso nós verificamos nas nossas próprias vidas, no momento que com uma concha invisível enchemos o balde da outra pessoa, motivando a fazer algo ou dando parabéns a algo realizado. No dia a dia nosdeparamos sempre com escolhas como essas onde enchemos o balde ou esvaziamos. Resumidamente estas atitudes para mim são de lideres que querem o bem dos seus subordinados para que eles aprendam a lidar com todas as situações. Como administrador tenho certeza que este livro estará nos ensinando o passo a passo para podermos nos interagir melhor com nossos funcionários.

A NEGATIVIDADE PODE SER FATALEste capítulo fala sobre um estudo que foi feito pelo médico americano do exército, o major-médico William E. Mayer que após a guerra da Coréia em que uns soldados americanos foram capturados pelos norte-coreanos, estavam tendo o maior caso de tortura psicológica que já havia ocorrido na história. Mayer se dirigiu até esse campo de concentração norte-coreano para estudá-los, e descobriu que estessoldados realmente estavam numa verdadeira solitária onde não continham paredes e nem grades, e sim eles tinham uma doença chamada de doença do desalento extremo.
Nos estudos de Mayer era dito que o índice de tortura desse campo era mínimo, e a mortalidade estava aumentando por conta da pior arma de guerra considerada por ele, que eram as táticas mentais extremas empregadas pelos norte-coreanos,onde eles faziam que os soldados americanos se rebelassem uns contra os outros, e também eles utilizam noticias ruins que viam das suas famílias e pessoas mais próximas, como termino de casamento, mortes de entes queridos e até contas vencidas, para que estes soldados perdessem mesmo a razão de viver, tendo assim uma espécie de isolamento emocional.
Assim com toda esta história de tortura, Don eseus colegas decidiram estudar o lado positivo desta situação, que com a teoria do balde e da concha eles poderiam ajudar a si mesmos. Com estes estudos de Don ele realmente tinha razão, os soldados poderiam se ajudar, dando um forças aos outros, pois quando um enchia o balde do outro ele próprio estaria se fortalecendo e assim seria sucessivamente, e não teriam tantas mortes pela doença...
tracking img