Resumo do livro fundamentos socioculturais da educação – alessandro de melo.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (452 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo do livro Fundamentos socioculturais da educação – Alessandro de Melo.
TEMAS CONTEMPORÂNEOS DA RELAÇÃO ENTRE EDUCAÇÃO E CULTURA
Neste capítulo, vamos abordar temas relevantes da relaçãoentre educação e cultura, como o multiculturalismo, a interculturalidade, o etnocentrismo e a pluralidade cultural. Essa reflexão nos faz pensar sobre como o educador deve agir na sala de aula diante desituações de preconceito e racismo. Precisamos pensar em um método educacional que inclua negros, indígenas, homossexuais e pessoas com deficiência que são os grupos mais fragilizados.
Podemosperceber nos últimos tempos, que relações sociais preconceituosas e racistas vem, cada vez mais assombrando a sociedade como ataque dos skinheads contra negros, nordestinos ou homossexuais ou mesmojovens de classe alta atendo fogo em índio. Outro índice de desigualdade é diferença de renda obtida pelo trabalhador negro e branco. Para o trabalhador negro o salário é R$ 558,24, enquanto o dosbrancos era de R$1.087,00. Outro aspecto é a escolaridade, onde a população branca possui mais avanço do que a população negra, o que também interfere na conquista de melhores empregos e renda.
Omovimento social que deu origem as discussões sobre o multiculturalismo (luta pelo respeito às diferenças e igualdade nos direitos sociais) foi o movimento negro dos EUA liderados por Marthin Luther King eMalcom X, que defendiam direitos iguais para os negros. Por que até então, os negros não tinham direito nenhum. No Brasil, temos muitos movimentos do multiculturalismo como, a luta dos indígenas pelaqualidade de vida, luta pelo direito dos homossexuais como o casamento, as pessoas com deficiência que lutam para adaptação dos ambientes e inserção no mercado de trabalho.
Candau (2008) Ressaltaque: O multiculturalismo não nasceu nas Universidades, mas sim pela luta dos grupos sociais descriminados que queriam mudança.
O multiculturalismo é dividido em 3 perspectivas: diferencialista,...
tracking img