Epi agrotoxicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1161 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Parte 4 E.P.I.

Curso Integrado de Pragas JPGomes

November 11th, 2006

Slide 1

E.P.I. E.P.I. Equipamentos de Proteção Individual Conceitos e Aplicação

Curso Integrado de Pragas JPGomes

November 11th, 2006

Slide 2

JUSTIÇA DO TRABALHO
INTOXICAÇÃO DURANTE O MANUSEIO OU APLICAÇÃO DE PRODUTOS DOMISSANITÁRIOS É ACIDENTE DE TRABALHO
Curso Integrado de Pragas JPGomes November11th, 2006 Slide 3

LEGISLAÇÃO TRABALHISTA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA
É obrigação do empregador
• • • •

fornecer os EPI adequados ao trabalho instruir e treinar quanto ao uso dos EPI fiscalizar e exigir o uso dos EPI manter e substituir os EPI

É obrigação do trabalhador
• usar e conservar os EPI

Curso Integrado de Pragas JPGomes

November 11th, 2006

Slide 4

RISCO RISCO É aprobabilidade estatística (chance) de acontecer a contaminação de pessoas, de animais ou do meio ambiente.
Curso Integrado de Pragas JPGomes November 11th, 2006 Slide 5

PROTEÇÃO INDIVIDUAL PROTEÇÃO INDIVIDUAL
FATORES QUE COMPÕE O RISCO

TOXICIDADE
Inerente ao produto

X
EXPOSIÇÃO ALTA BAIXA ALTA BAIXA

EXPOSIÇÃO
Responsabilidade do aplicador

TOXICIDADE ALTA ALTA BAIXA BAIXA

RISCO ALTOBAIXO ALTO BAIXO

Curso Integrado de Pragas JPGomes

November 11th, 2006

Slide 6

TOXICIDADE x EXPOSIÇÃO=RISCO TOXICIDADE x EXPOSIÇÃO=RISCO Extrem. Baixa Tóxico Exposição

Baixo

Pouco Tóxico

Alta Exposição

Alto

Curso Integrado de Pragas JPGomes

November 11th, 2006

Slide 7

VIAS DE EXPOSIÇÃO VIAS DE EXPOSIÇÃO
Ocular Inalatória

Dérmica

Oral

Curso Integradode Pragas JPGomes

November 11th, 2006

Slide 8

Exposição Dérmica Potencial Exposição Dérmica Potencial
Haste Normal Haste Longa Bico Traseiro (ml/h) (ml/h) (ml/h) Cabeça 0,42 1,33 0,44 Face 0,28 0,77 0,40 V do pescoço 0,00 0,13 0,05 Braço direito 0,47 1,20 0,56 Braço esquerdo 2,28 1,02 0,30 Antebraço direito 0,50 0,58 0,44 Antebraço esquerdo 0,52 0,45 0,18 Mão direita 0,32 0,69 0,31 Mãoesquerda 0,32 0,88 0,23 Dorso 5,86 22,04 5,33 Peito direito 0,43 0,53 0,12 Peito esquerdo 0,51 0,38 0,11 Coxa direita frente 5,41 2,05 0,34 Coxa direita trás 1,28 3,55 0,18 Coxa esquerda frente 2,37 1,81 0,21 Coxa esquerda trás 1,23 1,30 0,24 Perna direita frente 0,23 59,30 66,72 Perna direita trás 2,61 4,90 0,19 Perna esquerda frente 0,29 52,51 56,35 Perna esquerda trás 2,98 4,49 0,16 Pé direito0,88 149,40 99,96 Pé esquerdo 0,88 154,20 83,70 TOTAL 443,20 354,83 12,07
Curso Integrado de Pragas JPGomes

Partes do Corpo

Áreas mais sujeitas a contaminação durante a pulverização
Fonte: Joaquim F. Neto

November 11th, 2006

Slide 9

SOBRECARGA PELO CALOR SOBRECARGA PELO CALOR
Sintomas: • Cansaço, náuseas • Dor de cabeça • Perda de concentração • Tontura • Câimbras muscularesCurso Integrado de Pragas JPGomes

November 11th, 2006

Slide 10

BUSCA DO EQUILÍBRIO BUSCA DO EQUILÍBRIO

Proteção

Conforto

Curso Integrado de Pragas JPGomes

November 11th, 2006

Slide 11

RÓTULO RÓTULO
ALUPHOS
INSETICIDA FUMIGANTE PARA O CONTROLE DE PRAGAS EM GRÃOS ARMAZENADOS COMPOSIÇÃO: Fosfeto dealumínio...........................................................................560g?kg Ingredientes inertes...........................................................440g/kg Registrado no Ministério da Agricultura sob nº

Curso Integrado de Pragas JPGomes

November 11th, 2006

Slide 12

Rotulagem Rotulagem (Pictogramas) (Pictogramas)

É FUNDAMENTAL LER O RÓTULO / BULA

Curso Integrado de Pragas JPGomes

November 11th, 2006

Slide 13

ClassificaçãoToxicológica Classificação Toxicológica
RÓTULOS
Classe Faixa Significado
extremamente tóxico altamente tóxico medianamente tóxico pouco tóxico
Curso Integrado de Pragas JPGomes November 11th, 2006 Slide 14

I II III IV

Preparo da calda e aplicação Preparo da calda e aplicação
Afaste as crianças, animais domésticos Revise o pulverizador Use o EPI Siga as instruções do rótulo / bula do...
tracking img