Resumo do artigo: veja e carta capital: uma imagem e dois discursos sobre fidel castro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1759 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
LEITE, Patrícia Paixão de Oliveira,GOMES, Raimunda Aline Lucena. Veja e Carta Capital: Uma Imagem e Dois Discursos sobre Fidel Castro. INTERCOM Nordeste.org.br. jun.2011. disponível em: :. acesso em: 01 de jun 2012.

ABIMAEL DA COSTA PEREIRA


Este artigo se propõem a analisar o olhar diferenciado, o ponto devista ideológico que cria 02 recortes da mesma realidade, duas revistas semanais, de grande circulação nacional, que para o senso comum são ideologicamente oponentes, estampam em suas capas, uma mesma foto de Fidel Castro para anunciar a sua saída do governo Cubano, após 49 anos no poder.
Veja e Carta Capital de 27 de fevereiro de 2008 estampam fotografia em preto e branco, onde Fidel aparece deperfil, a barba, a farda militar e o boné, que insinua um misto de guerrilheiro e soldado, mostram um rosto inconfundível.
Quando as 02 revistas usam a mesma foto, parecem simular um discurso único, e é essa aparente semelhança que se torna objeto de estudo neste artigo. Ao olhar as palavras estampadas nas duas capas, a Veja estampa como manchete principal: Já vai tarde, dando um tom político aotema, enquanto a Carta Capital destaca: Cuba sem Fidel, provocando uma analise mais profunda do fato.
No centro desses discursos que surgem das imagens e manchetes das capas de Veja e Carta Capital, está um dos fatos históricos mais importantes do século XXI, que é o fim da carreira política do chefe da revolução Cubana, uma das maiores forças de resistência à ideologia Norte Americana.
Paraanalisar esses fatos se tornam necessários um estudo sob o aparato teórico oferecido pela Analise de Discurso, levando em consideração o contexto histórico, político, cultural e social, ou seja, os símbolos em movimento sejam eles verbais ou não verbais, assim política, poder e ideologia, estão intercalados durante a observação cientifica e sistemática deste tema, a organização da historia tem comoparâmetro as relações de poder e de sentido, e não a cronologia dos fatos. A ideologia tem papel importante como pano de fundo obrigatório em toda e qualquer análise política, como é o caso das capas sobre a saída de Fidel Castro do poder.
Faz se necessário contextualizar sobre a neutralidade/imparcialidade/isenção dos veículos de comunicação e do discurso jornalístico, há muito que se destaca aimpossibilidade da objetividade imparcial deste processo, estudos registram as relações entre os sistemas midiáticos, os governos e o mercado, relações estas que determinam e condicionam os fluxos e conteúdos das informações que chegam aos espectadores, ouvintes e leitores.
Todos os dias chegam às redações dos grandes meios umas 4.000
notícias. Como decidem o que nos vão informar sobre cadaregião do
mundo? Por que algumas vezes aparecem notícias contraditórias e, em
outras, todos se repetem de forma monocórdica? A seleção das
notícias é o argumento mais contundente para recordar que não existe
a neutralidade informativa. (SERRANO, 2009, p. 26).

A mídia é parte do poder, e sendo assim, contem um forte viés ideológico em toda a sua produção, por mais inocente que possaparecer, e necessário portanto analisar o que estar em volta, no entorno, e na opacidade do discurso, é preciso fazer uma reflexão anterior sobre o processo de criação e sedimentação do espaço considerado midiático , e crucial compreender o que se convencionou chamar de mídia, e que complexo emaranhado de relações vem estabelecendo nas sociedades do século passado e atual, a reflexão sobre osenunciados e enunciadores deve ser levado em conta.
Com efeito, todo ato de enunciação é fundamentalmente assimétrico: a
pessoa que interpreta o enunciado reconstrói seu sentido a partir de
indicações presentes no enunciado produzido, mas nada garante que o
que ela reconstrói coincida com as representações do enunciador.
Compreender um enunciado não é somente referir-se a uma gramática
e a um...
tracking img