Resenha museu paulista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1858 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Gestão de Políticas Públicas
Escola de Artes, Ciências e Humanidades - USP

RESENHA: MUSEU PAULISTA (MUSEU DO IPIRANGA)

O Museu Paulista (ou Museu do Ipiranga como é mais conhecido) se tornou um dos principais símbolos e registro arquitetônico da história do Brasil. Localizado no atual bairro do Ipiranga na cidade de São Paulo, o Museu representa um importante símbolo da história dopaís. Um prédio idealizado com o intuito de registrar um momento único na história em seu local de sua construção, as margens do rio Ipiranga, no dia 7 de setembro de 1922, a Independência do Brasil.
A figura central ilustrado em diversos quadros de nossa história e principalmente nos livros que serão citados é Dom Pedro I, marcando a mudança de um país antes colônia de Portugal, para um paísIndependente. Em “Museu Paulista: Um monumento no Ipiranga”, Witter faz uma descrição condensada da história do museu, desde sua idealização até os dias atuais de sua conservação do acervo existente.
Após o evento histórico de 1822, os anos foram se passando e a idéia de se construir um monumento no local de tanta importância para o império brasileiro começou a surgir, um fato até então comumnaquela época, um dos costumes europeus trazidos pelo mar.
Em 9 de setembro de 1826 foi elaborado um decreto pela Assembléia Geral Legislativa que introduziu a data de “7 de setembro” entre os dias de festividade nacional em todo o Império, dando inicio assim ao reconhecimento e valorização da Independência do Brasil.
Daí em diante surgiu diversos relatos do grito do Ipiranga, como a primeiratestemunha ocular, Padre Belchior Pinheiros Ferreira, um discurso em praça pública produzido a quilômetros da Corte e visto por poucas pessoas, interpretado por Witter como o momento preciso de fundação da nacionalidade e do império. Outro fator importante para a construção da nacionalidade inexistente no Brasil foi o livro “História dos Principais sucessos do Império do Brasil” escrito por José daSilva Lisboa, que consolidou a representação do grito por decisão do príncipe, iniciando-se assim a chamada “Nova Era”.
A idealização do monumento no Ipiranga não foi por acaso, a idéia partiu do pré-suposto de que construir um palácio as margens do rio o tornaria automaticamente um fragmento datado, localizável e explicável por si mesmo.

Dentre toda a burocracia já existente na época, doisveículos que facilitaram a construção do Museu foram a: Comissão da Câmara de São Paulo – formada em 1875, com o intuito de transformar o edifício em uma instituição de ensino – e as Loterias realizadas na cidade, que com sua arrecadação foi financiada boa parte da construção.
O arquiteto escolhido foi Tommaso Gaudenzio Bezzi, italiano que residia na cidade do Rio de Janeiro e veio para São Paulopara criar uma maquete e apresentar a Comissão suas idéias para a construção do monumento.
O interessante em todo o contexto geral é que mesmo sendo amigo de Dom Pedro, Bezzi teve que se submeter a um concurso contra outros arquitetos e engenheiros disputando a tarefa de se construir um monumento no Ipiranga, e mesmo após sua escolha, modificações foram feitas em sua planta original (futuramentesua maquete) para conseguir a aprovação, demonstrando que o favoritismo e a patronagem, não neste caso exclusivamente, foi muito relevante quando se tratava da administração do Brasil Império.
Um edifício neo-renascentista foi inaugurado em 1890, mesmo sem estar completamente pronto, mas com sua arquitetura exótica que realiza um diálogo com a natureza da região, fazendo com que seuenaltecimento perante os outros edifícios cumprisse a missão de trazer para o Ipiranga a dialética necessária para se consolidar uma sociedade brasileira com o sentimento de nacionalidade.
Para tornar oficial o “Monumento do Ypiranga” em um dos principais museus da história paulistana, foi decretado em agosto de 1893 à lei estadual nº192, tornando o denominando-o como nome oficial “Museu...
tracking img