Resenha do livro "fundamentos para a compreensão dos gêneros jornalísticos"

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (629 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Francisco de Assis é jornalista e secretário-executivo do grupo de pesquisa Gêneros Jornalísticos, da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. No artigo, Fundamentos para acompreensão dos gêneros jornalísticos o autor propõe uma discussão sobre os gêneros jornalísticos: informativo, opinativo, interpretativo, diversional e utilitário.
O texto identifica o essencialpara a compreensão deles e mostra a trajetória para a configuração do jornalismo. Para isso, usa como referência as considerações feitas por diversos estudiosos, principalmente, as de José Marques deMelo.
No artigo, dividido em capítulos, o gênero informativo é o primeiro a ser apresentado. Pioneiro na imprensa mundial tem como características (ASSIS apud Nilson Lage 2001:34) veracidade,imparcialidade e objetividade. As duas últimas, polêmicas e que geram a discussão: existem realmente neutralidade e objetividade no texto jornalístico?
Assis dá continuidade com o gênero opinativo, quesegundo ele, não é só uma forma de se expressar, mas uma maneira para formar opiniões. Fortemente subjetivo, pode ser dividido em três categorias: (ASSIS apud Ana Atorresi 1995:36, tradução nossa) aopinião propriamente dita, uma interpretação, ou uma crítica especializada, que levam em consideração a credibilidade.
Mais adiante, os gêneros “complementares” são abordados, a começar pelointerpretativo. Considerados por alguns uma extensão do informativo, é diferenciado, uma vez que (ASSIS apud Dias et al, 1998: 8; Erbolato, 2006: 31; Marques de Melo, 2010: 24) aprofunda, explica e analisa ainformação.
O Gênero diversional, destinado à distração do leitor, é o mais controverso. Alguns autores não consideram a diversão como uma forma de jornalismo. Com isso, surgem outras nomenclaturas. Entreelas, (ASSIS, apud Felipe Pena 2006:21) “jornalismo literário”, que Marques de Melo derruba, continuando a discussão.
O mais recente entre os gêneros, o utilitário é (ASSIS apud Ana Carolina Temer...
tracking img