Resenha do filme origem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1086 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Domingo. Dia frio. Ótimo dia para assistir a um filme alugado. E hoje o escolhido foi “Criação”. O filme explica como foi escrita a principal obra de Darwin: A Origem das Espécies. A direção é de Jon Amiel e a produção é de Jeremy Thomas. No papel de Darwin vemos Paul Bettany, e como sua esposa, Emma Wedgewood, Jennifer Connelly.
E eu gostei. Muito. É um filmaço. Os atores são incríveis, amúsica é incrível. Mas, acima disso tudo, achei o enredo incrível. Gostei, porque o filme me fez, ao mesmo tempo, admirar Darwin (o que já acontecia muito antes de eu ver o filme. Afinal, ele era genial), e ter pena do seu sofrimento. Em outras palavras: Darwin foi humanizado (1).
É normal olharmos para uma figura histórica, como Darwin, e aclamá-lo herói, revolucionário, genial, à frente de suaépoca. Tantos louvores, tantas aclamações, acabam distanciando de nós a sensação de que Darwin era também um homem normal. Pai dedicado, esposo preocupado, pensador consciente, religioso decadente. Assim o filme mostra esse intrigante pensador do século XIX.
Acima disso tudo, o filme mostra Darwin como um homem atormentado. Ele vai perdendo a fé, em parte por causa de sua teoria, em parte por causa dopróprio sofrimento, em decorrência da morte da filha Annie, de 10 anos. Ele reluta a publicação de seu livro até onde pode, temendo o castigo eterno de sua alma. Sua reação às palavras de Thomas Huxley no filme ilustram isso. Em certo momento, Huxley diz: “Sr. Darwin, o sr. matou Deus.” Darwin arregala os olhos, sem acreditar no que acaba de ouvir. Esse sentimento permeia o filme todo. Depois demuito sofrimento, medo e decepção com a igreja, ele e sua esposa decidem publicar aquele perigoso livro. “E que Deus nos perdoe”, diz Emma a el
Duas linhas para mudar o mundo
Essa minha atitude beligerante foi mudando por causa da percepção da veracidade de um único fenômeno: a seleção natural. A ideia da seleção natural é absurdamente revolucionária. Simples de tudo, mas pungente. Afinal,podemos definir seleção natural em duas linhas: o animal melhor adaptado às condições ambientais sobrevive, e deixa descendentes, contribuindo para o sucesso e diferenciação de sua espécie. É tão simples que a vemos funcionando no laboratório, em bactérias tratadas com antibióticos em placas-de-petri.
Esse é coração da teoria de Darwin, e foi o que lhe causou mais sofrimento. Para ele, bem como para asociedade da época em que viveu, as espécies foram criadas imutáveis. Essa ideia ficou conhecida como “fixismo”. Algum religioso entendeu que a Bíblia ensinava isso; fez disso o centro do ensino sobre as Origens do Universo; determinou que era inquestionável; disse que quem ousasse questionar e duvidar disso iria para o inferno. Não é de admirar que poucos ousassem desafiar esse pensamento.
Masqualquer leitor atento percebe que a Bíblia jamais ensinou o fixismo. A ideia da seleção natural está lá, escondida, mas está lá. No relato do Dilúvio de Noé, que começa em Gênesis 6, Deus destrói o mundo com uma inundação de proporções inimagináveis. Apenas os animais na arca sobreviverão. E Deus espera que essas espécies, que são poucas, repovoem a Terra. Se considerarmos a Bíblia comoabsolutamente verdadeira, como os religiosos da época a consideravam, como explicar as variações todas? Ora, aquelas poucas espécies da Arca originaram todas as outras (2), através de especiação por meio da seleção natural. Não é tão difícil assim!
O mal que a Igreja pode fazer às pessoas
Ao lembrar do filme, o primeiro sentimento que me vem à mente é de decepção. Com a Igreja. A Igreja, como serva deDeus, deveria acolher as pessoas com amor, ouvir seus questionamentos e responder a eles, com ainda mais amor e compreensão. O filme mostra que isso não foi o que Darwin encontrou. (É evidente que há outras variáveis na equação, mas essa é muito importante.) Ele foi criado em uma Igreja que colocava o medo do inferno acima da misericórdia de Deus, e os sistemas doutrinários humanos acima da...
tracking img