Resenha do filme nome da rosa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1221 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
rFUÇÕES DO SISTEMA RESPIRATÓRIO
* Transporte de oxigênio;
* Respiração;
* Ventilação;
* Troca gasosa.
AVALIAÇÃO
* Dados Subjetivos
* 1- Dispnéia?
* 2- Dor Torácica?
* 3- Tosse?
* 4- Hemoptise?

Métodos propedêuticos
* Inspeção;
* Palpação;
* Percussão;
* Ausculta.
Exame Físico
* 1- Freqüência, profundidade e padrão respiratório;
*2- Cianose central indicando hipoxemia ou doença cardíaca?
* 3- Veias jugulares distendidas? Edema periférico? Outros sinais de disfunção cardíaca?
* 4- Dor à palpação? Simetria pulmonar?
* 5- Presença de roncos, sibilos ou estertores? Os sons são iguais em ambos os lados?
* 6- Exames de escarro ou hemoptise (quantidade, coloração e consistência);
* 7- Aumento do diâmetroântero-posterior do tórax sugerindo retenção de ar? Baqueteamento digital.

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA
* 1- Análise da Gasometria Arterial
* 2- Exames de Escarro
* 3- Provas de Função Pulmonar
* 4- Oximetria de Pulso
Exames de Imagem
* 1- Raio-X do tórax (AP e Perfil)
* 2- TC
* 3- RNM de Tórax
* 4- Angiografias Pulmonares

Outros Exames Diagnósticos
* 1- Broncoscopia* 2- Biópsia Pulmonar
* 3- Toracocentese

Fatores de risco para doença respiratória

* Tabagismo;
* Exposição passiva ao tabaco;
* História pessoal ou familiar de doença pulmonar;
* Constituição genética;
* Alérgenos e poluentes ambientais;
* Vírus, bactérias,etc
FREQUÊNCIA E PROFUNDIDADE DA RESPIRAÇÃO
* Eupnéia; Apnéia;
*Bradpnéia; Taquipnéia;
* Hipoventilação: respiração superficial e irregular;
* Hiperventilação: frequência e profundidade aumentada;
* Cheyne-Stokes: frequência e profundidade da respiração aumentam, em seguida diminuem até que ocorra apnéia.
* Respiração de Biot: período de eupnéia seguido por um período variado de apnéia.

INFECÇÕES DAS VIAS AÉREASSUPERIORES

* Afetam a cavidade nasal, seios frontal, maxilares e esfenoidais, bem como laringe e traquéia.

RINITE
* É um grupo de distúrbios caracterizado por inflamação e irritação das mucosas do nariz. Pode ser aguda ou crônica, alérgica ou não alérgica.
* MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS
Rinorréia, congestão nasal, secreção nasal, espirros e prurido do nariz, palato e garganta.TRATAMENTO
* Depende da etiologia.
* Mais utilizados: anti-histamínicos e descongestionantes.
* CUIDADOS DE ENFERMAGEM
Evitar ou reduzir a exposição aos alérgenos e irritantes, educação ao paciente, instruir sobre a importância de controlar o ambiente em casa e no trabalho.

SINUSITE

É a inflamação dos seios paranasais
Pode ser aguda ou crônica.

Sinusite aguda

FISIOPATOLOGIA:* Sucede uma infecção do trato respiratório superior ou resfriado, como uma infecção viral ou bacteriana não resolvida ou uma exacerbação da rinite alérgica. A congestão nasal causada por inflamação, edema e transudação de líquido secundária à infecção do TRS, leva à obstrução das cavidades sinusiais.

MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS
* Dor facial ou pressão sobre a área sinusal afetada, obstruçãonasal, fadiga, secreção nasal purulenta, febre, cefaléia, otalgia, dor de dente, sensação de olfato diminuída, tosse.
* Complicações:
Meningite, abscesso cerebral, osteomielite.

SINUSITE CRÔNICA
* É o resultado da inflamação prolongada ou de infecções sinusais agudas repetidas ou inadequadamente tratadas. Geralmente considera-se crônica quando duram mais de 3 meses.
*MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS
Tosse, rouquidão crônica, cefaléias na área periorbitária, dor facial.
FARINGITE AGUDA
A maioria é causada por infecção viral. Os sinais e sintomas incluem membrana faríngea e tonsilas avermelhadas, folículos linfóides que estão edemaciados e salpicados com exsudato branco-purpúreo, linfonodos cervicais aumentados e dolorosos.
FARINGITE CRÔNICA
* PODE SER: hipertrófica,...
tracking img