Resenha do filme fomos maus alunos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2072 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Publicado em forma de dialogo o livro Fomos Maus Alunos escrito por Gilberto Dimenstein e Rubem Alves , editado pela editora Papirus, Campinas , São Paulo em sua 8° edição aborda o tema educação de uma maneira descomplicada e de fácil compreensão sugerindo ao leitor uma reflexão as práticas pedagógicas , que deixa explicito o quanto a escola e o professor tem que mudar .Dividido por títulos , osautores expõe suas experiências , seus estudos e suas avaliações em torno da educação com uma visão ampla .
Rubem Alves inicia o primeiro texto a TRAVESSIA dizendo que sua amizade com Gilberto se deu antes de se conhecerem pessoalmente . .Foram ligados pelos escritos que traduziam uma afinidade entre ambos : a curiosidade . Esta relacionada as coisas da vida , do mundo que não faz ponte com osmoldes da escola tradicional pois a mesma separa-se da realidade e não condiz ao interesse dos alunos .
Não só os autores acreditam no descompasso inevitável entre os programas escolares e a curiosidade mas também como ele cita ,Roland Barthes e Bettelheim.
Apesar de ambos serem de épocas diferentes , viveram experiencias escolares semelhantes e foram declarados maus alunos . Descrevem a escolacomo o lugar que não levava a individualidade em consideração e sim programas impostos e fórmulas inquestionáveis , ou seja , o que aprendiam na escola não fazia diferença a fome da curiosidade e sim matava ela a cada dia pois o que era ensinado não despertava o interesse .
A partir da ideia de Gilberto , Rubem aceitou gravar uma conversa informal sobre as experiencias escolares e assimelaboraram este livro .que segundo eles é um amontoado de ideias que não começa e não chega a lugar algum porém que percorre um caminho comprovada pela frase de Guimarães Rosa que diz : o que importa não é nem a partida nem a chegada , é a travessia .
No diálogo denominado A caixa de brinquedo , Rubem compara o mundo e a escola a uma caixa de brinquedos dizendo que a caixa (o mundo ) era o que lheencantava e o brinquedo desestimulava , ou seja , afirma que nunca teve motivação na escola , pois estava fora dela estava o mundo que admirava e que realmente lhe interessava .
Por sua vez Gilberto acrescenta que a ele nem mesmo a caixa estimulava, pois não conseguia se adequar aos padrões escolares. Simplesmente passava de ano por medo de sua mãe , pois vindo de uma família de Judeus e possuir onome judaico Salomão carregava a responsabilidade de ser inteligente .
Outro fator exposto no livro são as “discriminações” que sofreram por não se adequar as normas e padrões , Gilberto por ser judeu e Rubem por ser protestante.
No texto vovô viu a uva Dimenstein conta que enquanto na escola ensinavam o vovô viu a uva ele estava interessado na noticia no que era real de verdade . Rubem diz queviveu o pós Guerra e aprendia as lições da vida em casa ajudado por seu pai . A sensibilidade do aluno valia pouco , quase tudo se concentrava na memorização de conteúdos , ou seja o aluno não possuía valor algum , assim se conformava e aceitava o papel de fracassado indo para a famosa turma do fundão . Para os professores os péssimos alunos , para Dimenstein o lugar de pessoas criativas, que eramcondenados pelos seus pais que defendiam a escola como peça mais importante da vida .
A necessidade faz o sapo pular e como o titulo condiz ao texto Rubem conta que devido a pobreza foi obrigado a pensar, e até lições de física aprendeu fazendo seus próprios brinquedos , ao contrário da escola que aplicava torturas sem qualquer função educativa .
E falando em função destaca-se no livro otitulo ´´o que deu errado`` que aborda a questão da nota onde Dimenstein inconformado alega que uma pessoa não pode ser conhecida por ela e agradece por ter se tornado um comunicador que na visão judaica é a extensão do ato de educar . Assim através da informação descobre a utilidade do conhecimento e diz que no curso de jornalismo lhe ensinaram a técnica , mas a paixão ninguém ensina . E movido...
tracking img