Resenha de roberto aguiar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (465 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O autor fez uma crítica ao sistema de justiça burguesa.
Aqueles que detêm o maior poder aquisitivo, mas que não passam de uma pequena parcela da população. Que mandam e desmandam no país. Quesujeitam a grande massa a viver para trabalhar.
Ele citou “Libertar-se é entender-se”.
A liberdade não é só o direito de ir e vir, na realidade deve-se buscar na nova justiça a liberdade comoindependência. Como forma de não depender de outros para viver e não ser oprimido. Quem é explorado economicamente e socialmente jamais pode ser livre, somente o explorador é livre nestas situações.  A busca daliberdade de fato e não da formal.
 
Mudança fundamental é na educação. Esta é alienadora, transforma as crianças em adultos sem discussão, impregnados em um sistema dito pronto e sem mudanças. Umanova educação baseada na independência de cada um, no desejo e nas possibilidades de cada criança, não tratando todas como algo igual, mas sim com diferenças importantes e que devem ser respeitadas.
 Por fim, o direito deve ser mudado. Como são os legisladores os criadores do direito, estes nunca legislam contra si mesmos, pois representam a minoria que nunca sai prejudicada. Se a mudança nopoder for apenas demagoga de nada adiantará, pois os legisladores continuarão a criar um direito ligado a seus interesses. Entretanto, mesmo dentro deste direito corrompido da minoria o juiz pode tomardecisões que contrariem os legisladores, usando de pressupostos maiores e verdadeiramente justos. Trata-se do direito alternativo.
 
O R. Aguiar mostra pontos de conflito que explicam grande partedas desigualdades hoje existentes.
A questão opressores x oprimidos não é capaz de explicar tudo, e a justiça como ideia filosófica não é algo explicável simplesmente pela dialética. A uma grandediferença entre a Justiça teórica e a justiça prática. Os tribunais usam de uma dita justiça prática para funcionar, esta é apenas formal, os tribunais na verdade utilizam o Direito posto, por isso...
tracking img