Resenha critica livro preconceito linguistico - o que é? como se faz?

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (359 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O livro Preconceito Linguístico o que é, como se faz, aborda a rejeição envolvendo a variedade linguística, a qual ocasiona o que o autor denomina como sendo o preconceito linguístico.
Neste livro oautor Marcos Bagno discute com grande liberdade de expressão, utilizando um vocabulário mais acessível a todo tipo de leitor, os mitos que compõem o preconceito sobre a língua portuguesa.
Essepreconceito cresce a cada dia, pois os brasileiros que não dominam a norma culta, considerados pelo autor como sem-língua, creem nos mitos de que “brasileiro não sabe português”, que “português é muitodifícil”, que “é preciso saber gramatica para falar e escrever bem”, dentre outros mitos citados pelo autor no livro. A própria escola ajuda na proliferação desses mitos, pois ensinam a língua de acordocom a gramatica normativa, como se a língua fosse morta e descontextualizada, não levando em consideração que a língua tem um alto grau de variabilidade e que cada lugar tem sua norma linguísticaconstruída de acordo com suas culturas, regiões e estatus.
Os mitos do preconceito linguístico já estão tão incorporados pela sociedade que são absorvidos e transmitidos de maneira tão natural, issoforma o que o autor chama de circulo vicioso do preconceito linguístico.
O preconceito linguístico esta relacionado também, com o preconceito social, o autor deixa isso bem claro, e de maneiraexcepcional e criativa,, na capa de seu livro, com uma foto de sua sogra, seu sogro e seu cunhado, os quais formam uma visão geral do preconceito, pois são pobres, negros, nordestinos e analfabetos. Essa fusãode preconceitos é bem alimentada pela multimídia que insiste em mostrar essa fusão de maneira distorcida, irreal e exagerada.
Enquanto não mudar a forma de ensino da língua portuguesa, o circulovicioso do preconceito nunca ira acabar, pois a língua não pode ficar presa em gramaticas e normas cultas, a língua é dinâmica, é viva e constantemente recriada de acordo com as experiências, com as...
tracking img