Resenha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1158 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Instituto Federal de Goiás
André José Prado Filho

Resenha Crítica
Preconceito Linguístico

Goiânia
2012

André José Prado Filho

Resenha Crítica acerca do assunto retratado no texto Preconceito Linguístico
Trabalho realizado para informar a opinião, e complementar a ideia do texto pelo acadêmico produtor desse texto. Esse produtor, aluno do curso Superior Tecnológico de Construção deEdifícios do Instituto Federal de Goiás se concentra na caracterização da língua criticada no texto.
Orientador : Prof.Mairy Ribeiro
Goiânia
2012
André José Prado Filho

Resenha Crítica acerca do assunto retratado no texto Preconceito Linguístico
Trabalho realizado para informar a opinião, e complementar a ideia do texto pelo acadêmico produtor desse texto. Esse produtor, aluno do cursoSuperior Tecnológico de Construção de Edifícios do Instituto Federal de Goiás se concentra na caracterização da língua criticada no texto.
Orientador : Prof.Mairy Ribeiro
Goiânia, 12 de dezembro de 2012
Banca Examinadora:
Prof. Mairy Ribeiro(Docente do Instituto Federal de Goiás)
Goiânia
2012
Sumário:
I. Folha de Rosto
II. Folha de Aprovação
III. Sumário
IV. Introdução
V.Resenha Crítica
VI. Conclusão
VII. Referências

Introdução:
Esse trabalho procura abordar a opinião, e complementar a ideia do texto Preconceito Linguístico de Marcos Bagno. Portanto, se define como resenha crítica tal trabalho. E, diante momento da matéria abordada pela orientadora, a mesma vê que é de suma importância abordar um texto crítico para aguçar os discursos dos alunoslimitando a pesquisa para realização do trabalho entre a opinião e a razão. Enfim, por assim dizer, o intuito e o objetivo dessa produção textual se vira para o lado do “ aguçamento” do lado crítico de cada aluno.

Resenha Crítica:
O livro “Preconceito Linguístico: como é, e como se faz?” de Marcos Bagno, trata de questões relacionadas à descriminação proveniente de alguns indivíduos falantes daLíngua Portuguesa, de acordo com a gramatica inferiorizando as pessoas que não seguem o mesmo paradigma. Nessa obra ele consegue explicar em tópicos, que são tidos como “mitos”para ele, que são em base fundamentais para que ocorra essa prática. Embora no Brasil se fale o português, nós brasileiros temos a nossa maneira de praticar essa fala, devido à influência não só de outros povos, como tambéminfluências de diferentes regiões do país. Esse é um dos “mitos”, pois alguns desses linguistas dizem que a língua portuguesa que é falada por nós brasileiros tem uma base incrível.
Realmente concordamos, mas não somos dependentes dessa base, isso se da pelo fato de maior parte da sociedade brasileira não dominar a norma culta da língua. Outro fato que Bagno aborda como preconceituoso, é a formarcomo alguns se colocam frente a esse preconceito. Eles dizem que o brasileiro não sabe falar português, o que além de ser uma forma de descriminação é uma mentira, pois falamos sim, mas não o português falado em Portugal, pois como foi mencionado, nossa língua teve influências de outros povos, com isso houveram miscigenações.
A maior de todas as formas de preconceito, é dizer que todos que não teminstrução falam o português errado. Embora a gramática afirme que o português correto é o que está sendo passado em suas páginas, é uma afirmação em parte falsa, pois quando há o entendimento por parte de indivíduos falantes da mesma língua não importa o quão eles falem palavras erradas, mas sim o entendimento entre eles. Uma das colocações de Bagno, é que muitos pensam que o Português é uma línguaextremamente difícil. A forma como aprendemos na época de escola não é igual ha língua que falamos no país, pois todos nós, nos comunicamos diariamente e conseguimos ter o entendimento do outro, com isso todos sabemos o português falado no Brasil.
Bagno não propõe, nem defende que a gramatica normativa deixe de existir, mas sugere abertamente que ela deveria e deve ser mais flexível, pois...
tracking img