Resenha critica - as tramas do texto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1014 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA
CAMPUS FLORESTAL
CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

TALITA RAFAELA OLIVEIRA SILVA

RESENHA CRÍTICA

PARÁ DE MINAS
2012
KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. As tramas do texto. Rio de Janeiro. Nova Fronteira, 2008 (p. 11-20)

A autora teve uma ampla formação acadêmica e trabalho profissional. Ingedore Grunfeld Villaça Koch, nascida na Alemanha veio para o Brasil aindacriança. Koch possui graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de São Paulo e possui licenciatura plena em Letras.
A autora é um dos maiores nomes em Linguística Textual. É mestre e doutora em Ciências Humanas: Língua Portuguesa pela PUC/SP, onde foi professora do departamento de Português.
Publicou diversas obras dentre elas : Ler e Escrever: estratégias de produção textuais,O Texto e A Construção do Sentido em 1988, pela editora Contexto, Argumentação e Linguagem SAO PAULO: CORTEZ, 1984. Desvendando os segredos do texto. 4ª. Ed. São Paulo: Cortez.
Atualmente, é docente do Departamento de Linguística do IEL/UNICAMP, trabalhando na área de Linguística Textual.

Primeiro de tudo, é importante saber o conceito de linguística textual, segundo o site Wikipédia(<disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Lingu%C3%ADstica_textual >) Linguística textual é uma orientação possível na análise de textos. A linguística textual é basicamente uma criação da Europa continental, e é especialmente valorizada na Alemanha e na Holanda. Ao contrário das correntes estruturalistas, cujo foco de estudos são os aspectos formais e estruturais do texto, essa vertenteconcentra suas atenções no processo comunicativo estabelecido entre o autor, o leitor e o texto em um determinado contexto. A interação entre eles é que define a textualidade de um texto.
Em igual importância, é preciso saber que a postura da linguística textual é funcionalista, já que seu objetivo é o estudo do texto em funções. Um segundo ponto a mencionar é que a linguística textual não adota umapostura modular e sim uma postura processual e holística onde o processamento textual acontece on-line simultaneamente em todos os níveis.
Convém notar, ainda, da adoção de uma perspectiva pragmática, visto o texto ser uma unidade básica de comunicação. Surgindo assim as teorias da base comunicativa: Teoria dos Atos de Fala e Teoria da Atividade Verbal. Comum a estes modelos é a busca deconexões determinadas por regras, entre texto e seu contexto. Assim, os textos deixam de ser vistos como produtos acabados.
Uma observação interessante é que a Teoria dos Atos de Fala recebeu inúmeras críticas e reformulações, principalmente porque estuda os enunciados isolados, portanto, sem levar em conta o contexto em que ocorrem.
Na metade da década de 1970, passa ser desenvolvido um modelo debase que compreende a língua como uma forma específica de comunicação social. Cabe, então, a Linguística Textual a tarefa de provar que a metodologia dessas teorias eram transferíveis aos estudos dos textos.
Já, a teoria da Atividade Verbal, afirma que a linguagem é uma atividade social e sempre acontece com um objetivo principal, carrega em si uma finalidade. Segundo ela, toda atividadelingüística é composta por um enunciado, que foi elaborado a partir de um propósito, para atingir um determinado objetivo, bem como as consequências que decorrem do objetivo alcançado. Assim a autora faz referência a alguns autores responsáveis pela incorporação da pragmática às pesquisas sobre o texto.
Wunderlich (1976) escreveu: a relação com linguística está em que o fundamento pragmático da teoria dalinguagem deve enlaçar-se com o da teoria da atividade e que, por sua vez, a análise linguística pode contribuir de alguma forma para o desenvovimento da atividade.
Isenberg (1976) também ressalta a importância do aspecto pragmático como determinante das funções comunicativas. Portanto, como se pode notar o interlocutor tem o objeto não somente de fazer o ouvinte entender o conteúdo, mas...
tracking img