Taylorismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1314 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O que é taylorismo?
Luzia Margareth Rago
Eduardo F.P. Moreira

Para a nossa sociedade que transformou o tempo em mercadoria, até o próprio lazer tornou-se umproblema. Mais ainda tornou-se uma dificuldade e, portanto, deve ser programado com antecedência para o bom proveito e para o sossego de todos. A própria concepção do lazer como “tempo de folga”, como um ”tempo livre “ que se opõe ao tempo do trabalho, revela até que ponto aprofundou-se a oposição entre vida e trabalho. No entanto esse próprio trabalho foi absorvido pela embriaguez do consumo.Aproveitar o tempo livre passou a significar na sociedade do trabalho a necessidade de satisfazer ansiedades criadas pelo desejo nunca satisfeito de consumo voraz.
Na sociedade em que vivemos, o tempo é valorizado como ferramenta fundamental no mercado de produtividade e apesar de passar muito rápido, deve-se ser aproveitado da melhor maneira possível.
Essa é a mensagem que o Taylorismo de(Frederick W. Taylor) quer transmitir. Taylor melhor define o taylorismo com um método de racionalização de trabalho no final do século passado, com um objetivo de sistematizar a produção, aumentar a produtividade, economizar tempo e suprir os gastos desnecessários no processo de produção. È sobre isso que o livro " O que é Taylorismo" explica.
Esse método de Administração científica do trabalhocausando uma grande repercussão entre as classes operárias ao ser implantado, mas a classe dominante conseguiu definitivamente se impor sobre os subordinados.
Taylor denomina este sistema de trabalho, dizendo que a administração não poderia depender da iniciativa operária, e assim assumir o controle de todo o trabalho e de todo processo de produção e evoluí-lo de suas características corporativa deofício que se mostravam absolutos na capacidade de aumentar o capital excedente em seu tempo. Para isso Taylor organizou um processo de trabalho individual e sincronizado, onde cada operário tinha uma única função, ele era treinado apenas para exercer aquilo que lhe era ordenado.
Taylor o " o pai da organização científica do trabalho" formado em engenharia expõe suas teorias sobre a racionalização doprocesso de trabalho para melhor direcionar as indústrias: dirigindo como máximo de eficácia e obtendo o melhor rendimento possível. Seu objetivo é aumentar a produtividade do trabalho evitando perda de tempo na produção. O seu método não apenas se resume em falar que a “cera" no processo de trabalho era uma das causas do desperdício. O que notabilizou o Taylorismo foi fato dele mostrar uma fontede maior desperdício, que era a " anarquia". Trata-se então de separar as fases do planejamento, concepção e direção, de um lado, as tarefas de execução de outro.
Para chegar a tais resultados Taylor procurou um operário do " tipo bovino", forte e fácil de dominar.
O Taylorismo, ou os princípios básicos da Administração científica, foram formados por Taylor na seguinte urdem:
PrimeiroPrincípio – é necessário reduzir o saber operário complexo a seus elementos simples, estudar os tempos de cada trabalho decomposto para que se possa chegar ao tempo necessário para operações variadas. Com a utilização do cronômetro nas oficinas. Segundo Princípio – Selecionar cientificamente, depois treinar, ensinar e aperfeiçoar o trabalhador, fazendo assim uma separação entre o trabalho concepção e o deexecução. Terceiro Princípio – Cooperar com trabalhadores para articulara todo trabalho, ou pode ser melhor explicado como " colaboração". Quarto Princípio – manter uma divisão equitativa do trabalho.
Entre as diversas características do taylorismo, duas devem ser destacadas, a primeira é a analista de tempos e movimentos e a segunda a individualização dos salários ( Quem faz mais ganha mais...
tracking img