Fundamentos de filosofia: resumos de textos de chaui e aranha martins

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3041 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA- FAMETRO
SERVIÇO SOCIAL – 2° SEMESTRE

VANESSA MELGAÇO LUCAS

FUNDAMENTOS DE FILOSOFIA: RESUMOS









Fortaleza – CE
2012.
VANESSA MELGAÇO LUCAS



FUNDAMENTOS DE FILOSOFIA: RESUMOS




Trabalho entregueao professor Thiago Mota que leciona a disciplina Fundamentos de Filosofia do Curso Superior de Serviço Social da Faculdade Metropolitana da Grande Fortaleza - FAMETRO como pré-requisito como parte da obtenção da nota AP1.







Fortaleza - CE
2012.
SUMÁRIO


1 RESUMO DO TEXO CONVITE A FILOSOFIA (pp. 5-17) 04
2 RESUMO DO TEXTO TEMAS DEFILOSOFIA (pp. 25-41) 05
3 RESUMO DO TEXTO TEMAS DE FILOSOFIA (pp. 42-93) 06
4 RESUMO DO TEXTO TEMAS DE FILOSOFIA (pp. 94-123) 08
5 RESUMO DO TEXTO TEMAS DE FILOSOFIA (pp. 124-170). 09





04
1 RESUMO DO TEXO CONVITE A FILOSOFIA (pp. 5-17)

A filosofia consiste, mas não somente, em uma indagação acerca dos pressupostos implícitos em nossas crenças avaliando onosso cotidiano. Tomemos um exemplo simples: uma pergunta como que horas são? Ela trás consigo múltiplas indagações e, assim sendo, trás várias crenças não questionadas por nós. Cremos no espaço, no tempo, na realidade, na qualidade, na verdade, na mentira, ect; Ou seja, temos aceitações tácitas da nossa vida cotidiana.
Por outro lado, caso a pergunta fosse o que é o tempo? Seria consideradaestranha, uma vez que esse indivíduo passaria indagar sobre as nossas crenças e os sentimentos que alimentam, silenciosamente, nossa existência. Portanto, o mesmo estaria adotando o que chamamos de atitude filosófica (caracterizada por duas atitudes, uma chamada negativa, isto é, dizer não ao mundo, e outra chamada positiva, isto é, uma interrogação sobre o que são as coisas, idéias, ect.) que incidenessa indagação acerca de si e de outras coisas. E o que é Filosofia? Poderia ser: a decisão do não aceitamento tácito das coisas, pensamentos, fatos, comportamentos, valores, sem argumentá-los e sem justificá-los, ou seja, jamais aceitá-los sem antes havê-los investigado e compreendido.
A Filosofia começa dizendo não às crenças e aos pré-conceitos do senso comum e, deste modo, começa dizendoque não sabemos o que imaginávamos saber. Mas, afinal, para que Filosofia? Ora, essa pergunta tem a sua razão de ser. Na nossa cultura, estamos acostumados a considerar que algo só tem a sua relevância se tiver alguma finalidade beneficente, prática, visível e de utilidade imediata. Não, perguntamos, por exemplo, “para que nos serve a História?”.
Parece que o senso comum não enxerga algo que oscientistas sabem muito bem: verdade, pensamento, procedimentos especiais para que entendamos algo, relação entre teoria e prática, correção e acúmulo dos saberes, tudo isso não é ciência, são questões filosóficas. Porém, como somente cientistas e filósofos sabem disso, o senso comum continua afirmando que a Filosofia não serve para nada. Considerando o “servir” como técnica, o senso comum tem suarazão, já que a Filosofia não tem nada a ver nem com a ciência e nem com a técnica. A Filosofia seria então a arte do bom viver, estudando paixões e os vícios humanos, liberdade, vontade, ensinando sobre o princípio do bem-viver. A Filosofia torna-se, então, o pensamento interrogando-se sobre si mesmo, se realizando como uma reflexão.
Concluindo, qual seria a utilidade da Filosofia? Se abandonarpreconceitos e a ingenuidade do senso comum, buscar compreender a significação do mundo, cultura, história, dar a cada um de nós e à nossa sociedade para serem conscientes de si, de suas ações numa prática que deseja a liberdade e felicidade para todos, forem úteis, então podemos dizer que a Filosofia é o mais útil de todos os saberes de que os serem humanos são capazes.
05...
tracking img