Relatorio teor de umidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1150 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMARIO

1 INTRODUÇÃO 4


2 Referência Técnica 5


3 MATERIAL E MÉTODOS 6

3.1 Material 6
3.2 Amostra 6
3.3 Procedimento Experimental ensaio hidroscópico 6
3.3.1 Método Estufa 6
3.3.1.2 Método Speedy 7
3.3.1.3 Método Banho de areia ou frigideira 7

4 RESULTADOS E DISCUSSÃO 7


5 CONCLUSÃO 9


6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 101 INTRODUÇÃO



O Teor de umidade do solo e definida pela quantidade de água contida no solo e sua massa, Assim para obtermos seu peso especifico da parte sólida, temos que “secar” a amostra para obtermos o volume expresso em porcentagem, para isso temos alguns métodos para determinação da umidade de cada amostra; afim de que os ensaios comparativosdos métodos realizados sejam equiparados para ter resultados validos.



































2 Referência Técnica

Define-se a umidade (h) de um solo como sendo a razão entre o peso da água contida num certo volume de solo e o peso da parte sólida existente neste mesmo volume, expressa em porcentagem.
Sua determinação é muitosimples: basta determinar o peso da amostra no seu estado natural e o peso após completa a secagem em uma estufa a 105°C ou 110°C. O seu valores não deve ultrapassar entre amostras 0,2%, tendo isso obtemos um resultado satisfatório.
Um outro meio, alias muito simples e rápido, para determinar a umidade, consiste no emprego do aparelho Speedy. Ele é constituído por um reservatório metálico fechadoque se comunica com um manômetro destinado a medir a pressão interna. Dentro deste reservatório são colocados, em contato, uma certa quantidade de solo úmido e uma determinada porção de carbureto de cálcio. A água contida no solo combinando-se com o carbureto de cálcio, gera acetileno causando uma reação exotérmica liberando calor e retirando umidade do solo assim variando a pressão interna obtendoa quantidade de água existente no solo.
























3 MATERIAL E MÉTODOS



3.1 Material


▪ Balança resolução 0,01g;
▪ Estufa capaz de manter temperatura entre 60-65ºC e entre 105-110ºC;
▪ Espátula;
▪ Pinça de metal;
▪ Capsulas metálicas e numeradas;
▪ Peneira 2,00mm;
▪ Vasilhame de porcelana;
▪ Speedy MoistureTest;
▪ Frigideira;
▪ Fogão;
▪ Fósforo;
▪ Luva de couro.



3.2 Amostra


▪ Solo de Cuiabá que corresponde a um solo argilo-siltoso. Estes solos são
formado por metargilitos ou filitos de cor cinza esverdeada a marrom avermelhada, normalmente sericíticos, estratificações plano-paralelas e clivagem ardosiana. Sua mineralogia predominante são argilominerais do tipo2:1, portanto, estes solos são potencialmente expansivo.


3.3 Procedimento Experimental ensaio hidroscópico



3.3.1 Método Estufa

Foi realizada a coleta de aproximadamente 1kg de amostra de solo de Cuiabá, onde o mesmo foi peneirado em peneira 2,00 mm, onde material passante foi utilizado para o ensaio; foram utilizadas 3 capsulas metálicas que foram verificadas seus pesos(tara) com balança de precisão 0,01g; Foram adicionadas em cada uma das três capsulas aproximadamente 30g de amostra do solo úmida a temperatura ambiente estas também verificadas seus pesos em balança, e então colocado as capsulas com as respectivas amostras na estufa a uma temperatura entre 105ºC à 110ºC por um período de 24hs, para que assim sejam feitas as medidas e comparações para medição doteor de umidade.


3.3.1.2 Método Speedy

Foi adicionado a garrafa do speedy cerca de 10g de amostra do solo, 3 esferas de aço e ampola de carbureto de cálcio, então fecha se a garrafa com a tampa que possue um manômetro para verificação do teor de umidade da amostra, assim que breviamente fechada realiza-se movimentos com a garrafa afim de que a ampola se quebre e cause uma reação...
tracking img