Redes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3671 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]



Curso: Engenharia Mecatrônica 2º Semestre de 2012

Disciplina: Redes Industriais de Computadores Prof. Mário Cupertino













- Redes PROFIBUS –











Edson Martins de Oliveira - 0944007 - X

Leandro de Oliveira Pereira – 0944031-3

Pedro Sérgio Tôrres Figueiredo Silva – 0944029-1









Ouro Branco, Abril de 2013.1. INTRODUÇÃO

Diante da necessidade de comunicação entre máquinas do processo industrial de diferentes fabricantes, surge por volta de 1986 através de grupos de pesquisadores europeus, alguns protocolos a fim de padronizar as trocas de informações tornando comum a comunicação entre dispositivos de chão de fábrica. Por volta de 1990 o protocolo profibus já era largamente utilizadonos sistemas industriais por ser um processo de baixo custo, confiável e de fácil implementação.

Conhecida por ser um das plataformas mais abertas do mundo, o profibus foi desenvolvido pela Siemens e pertence a um grupo de protocolos que compartilham um conceito chamado de fieldbus que é baseado na ideia de descentralização da inteligencia. Com a criação do protocolo os usuário mundiaistem um padrão internacional para seguir cujo seu desenvolvimento sempre esteve focado em redução de custos, flexibilidade, confiança e atendimento aos mais diversos equipamentos industriais.

Hoje estima-se que há mais de 10milhões de nós instalados com tecnologia profibus. O PROFIBUS INTERNATIONAL (PI) ostenta mais de 1100 membros em todo mundo e formam a maior associação de usuários debarramento de campo no mundo.As empresas-membro do PROFIBUS internacional estão sempre reunidas nos chamados Work Groups atentas às novas demandas do mercado para garantir novos beneficios para a tecnologia de ponta.

2. OBJETIVO

A criação das redes PROFIBUS tem como principal objetivo a padronização das interfaces dos dispositivos de campo. Sendo assim, foram desenvolvidas asespecificações do protocolo de comunicações complexas (PROFIBUS FMS) e comunicações simples e rápidas (PROFIBUS DP). Com o desenvolvimento do protocolo PROFIBUS PA (Process Automation), as redes PROFIBUS passaram a ser usadas na automação de manufaturas (CASSIOLATO et. al., 2009).

Como objetivos específicos têm-se o fato de o PROFIBUS ter sido desenvolvido para ser um padrão de rede campo abertoindependente de fornecedores, possuindo assim uma ampla aplicação em processos com redução de custos, flexibilidade, compatibilidade e constante melhoria.

3. TECNOLOGIA PROFIBUS

A tecnologia PROFIBUS está em constante expansão nas indústrias de vários seguimentos e os maiores motivos desta expansão são as vantagens funcionais (transmissão de informações confiáveis, tratamento destatus das variáveis, sistema de segurança em caso de falha, equipamentos com capacidades de autodiagnose, rangeabilidade dos equipamentos, alta resolução nas medições, integração com controle discreto em alta velocidade, aplicações em qualquer segmento, etc.). Além dos benefícios econômicos pertinentes às instalações (redução de até 40% em alguns casos em relação aos sistemas convencionais),custos de manutenção (redução de até 25% em alguns casos em relação aos sistemas convencionais), menor tempo de startup, oferece um aumento significativo em funcionalidade e segurança.

A rede PROFIBUS se destaca pela ampla aplicabilidade no chão de fábrica e é cada vez mais utilizado para manipulação de equipamentos pelo sistema mestre/escravo. O PROFIBUS DP (Distributed Peripheral) é o protocoloque dedica-se a automação de fábrica, comunica-se com uma velocidade maior e geralmente é usado para enviar comandos a motores, inversores, soft-starters, dentre outros equipamentos escravos que necessitam de uma rápida comunicação. Quando utiliza-se o PROFIBUS DP é possível em apenas um cabo conectar 126 equipamentos, ou seja existem 126 endereços para comunicação por linha.

O...
tracking img