Quimica experimental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1630 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO




Numa aula prática de introdução à química, ocorre a apresentação de alguns tipos de equipamentos para medidas. Neste trabalho há a comparação de vidrarias através de experimentos que irão ser descritos, com finalidade de definir quais tem a maior margem de precisão e exatidão.
Todas as generalizações e leis científicas são baseadas em experimentos, por isso énecessário que todos os cientistas considerem as limitações e confiabilidade dos dados. Podem ocorrer erros que afetarão os resultados dos experimentos. É necessário realizar o experimento mais de uma vez para minimizar os erros. Um erro de medida ocorre quando há uma diferença entre o valor real e o valor experimental. Equipamentos não calibrados, reagentes impuros, erros no equipamento, pequenasvariações de temperatura e absorção de água são considerados erros no sistema.
Genericamente numa medição qualquer os erros podem ser classificados como: grosseiros, sistemáticos e aleatórios. Os erros grosseiros são aqueles que podem decorrer, por exemplo, da má leitura das escalas, de ajustes imperfeitos dos instrumentos, ou seja, basicamente da imperícia ou desatenção do analista queesta medindo (Gallas, 2008).
Os erros aleatórios decorrem de fatores não controlados na realização de medidas e seu efeito consiste em produzir ao acaso acréscimos e decréscimos no valor obtido.
Erros sistemáticos são ocasionados por uma falha na execução de um experimento ou uma falha em um equipamento, não sendo reduzidos com o aumento do número de medidas realizadas sob as mesmascondições (Braz, Fontelles & Brandim, 2007). Podendo ser de três tipos: os erros instrumentais, que são causados pelo comportamento não ideal de um instrumento, por calibrações mal feitas ou pelo uso do material em condições inadequadas; erros de método, os quais se originam do comportamento físico ou químico não ideal de sistemas analíticos e erros pessoais, que resultam da falta de atenção ouconhecimento do próprio analista (Baccan, Andrade, Godinho & Barone, 2001).
Os erros aleatórios não podem ser eliminados completamente. Para calcular o erro de medida é necessário que se conheça o valor real (o qual na maioria das vezes não se conhece). Portanto, o melhor a se fazer é utilizar os instrumentos de medidas e realizar a medição corretamente.
A precisão é o grau de variaçãodas medidas realizadas e é mais influenciada pelo operador, já a exatidão que é a concordância entre o valor real e o valor obtido, é influenciada tanto pelo operador quanto pelo instrumento de medida.
Num ambiente laboratorial são usadas diversas vidrarias em práticas diárias para a manipulação de reagentes, porém existem diversos tipos. A escolha da vidraria correta necessita deverificação, pois existem fatores que interferem na calibração e/ou reação de determinada vidraria. São eles, a falta de higienização, alterações na pressão atmosférica e o aquecimento do mesmo.


 
 




















































OBJETIVOS


O objetivo desse experimento é manipular avidraria disponível para determinação de volume, analisando a exatidão da medida dos recipientes. Relacionar as medidas de massa e volume com uma propriedade especifica de substâncias. E por fim sequenciar um dado experimento e verificar a precisão de medidas.




















































MATERIAIS E MÉTODOSMATERIAIS E REAGENTES:


Os seguintes materiais, disponíveis no laboratório de ensino do curso de Engenharia de Minas do CEFET-MG, unidade Araxá, foram utilizados nesse experimento:


• Proveta de vidro (capacidade: 100,0 ml e 25,0 ml)
• Balança Técnica (precisão +/- 0,1g) – Fabricante: Perkin Elmer
• Balão Volumétrico (capacidade: 50,0 ml)
• Erlenmeyer (capacidade: 125...
tracking img