Qualidade total

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2036 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FABIANA NEVES
JUSSARA RODRIGUES MENEZES











QUALIDADE TOTAL





























TATUÍ - SP
2012


QUALIDADE TOTAL


Fabiana Neves – bianeves79@hotmail.com
Jussara Menezes – jussaramenezzes@hotmail.com


Resumo

O objetivo deste trabalho é demonstrar que a qualidade deixou de ser um diferencial, tornando-seuma questão de sobrevivência para as organizações.
Foram levantados os aspectos mais importantes para conceituação da Qualidade Total e as abrangências de seus benefícios.
Destacamos ainda os Sete Pilares da Gestão da Qualidade Total e o seu envolvimento com a gestão da qualidade não sendo mais um diferencial e sim parte do processo de produção e gestão como um todo.
Por fim, foramapresentadas as considerações finais do presente estudo.


Palavras chave: Qualidade Total, Qualidade, Diferencial.


Abstract

This work it´s goal is to demonstrate that the quality is no longer a differential but an obligation at the organizations.
We also emphasize the “Seven Pillars of the Total Quality´s Management” and the quality management´s origin a part of the productionprocess and management as whole instead of just a differential.
Finally, the conclusions of the current research were presented.




Introdução

“Qualidade está relacionada primordialmente ao processo pelos quais os produtos ou serviços são realizados. Processos bem realizados resultam em produto e/ou serviço final que atenda as expectativas dos clientes. A qualidade reside no quese faz – aliás – em tudo o que se faz – e não apenas no que se tem como consequência disso”. Espuny apud Lobos (1991, p.14).


A origem da qualidade segundo Caravantes (1997), tem seu início nos séculos XVIII e XIX; esta era entendida como a inspeção dos produtos pelo consumidor e a confiabilidade na reputação do produtor. Essa ferramenta foi formalmente incorporada à produção industrial apartir da década de 20, para impedir que os produtos defeituosos chegassem às mãos dos clientes.


Devido à preocupação com a qualidade podemos observar que com o passar do tempo ferramentas foram criadas para um melhor uso e entendimento da qualidade, ou seja, as organizações preocuparam-se em estudar a qualidade além das dimensões atingidas pelos processos, através da Qualidade Total,muito mais abrangente e que se dedica a estudar a satisfação dos clientes internos e externos. Dessa forma são avaliadas as relações dos diversos departamentos de uma organização e as relações desta com a sociedade como um todo (Espuny, 2007).

1.1 Conceito de Qualidade

O termo qualidade é uma palavra de domínio público e uso comum, por isso devemos considerar em sua definição técnica,segundo Paladini (2004), dois aspectos fundamentais: a definição proposta para a qualidade não deve contrariar a noção intuitiva que se tem sobre ela; e, como o termo já faz parte do cotidiano das pessoas, não podemos delimitar seu significado com precisão.


Surge assim uma variedade de conceitos e definições, acerca da qualidade, disponíveis na literatura especializada. Sartorelli (2003), emsua revisão de literatura, apresenta algumas definições segundo grandes autores de qualidade:
Juran: “A qualidade consiste nas características do produto que vão ao encontro das necessidades dos clientes e dessa forma proporcionam a satisfação em relação ao produto, ou seja, adequação ao uso”.
Feigenbaum: “A composição de todas as características do produto ouserviço (marketing, engenharia, produção e manutenção) através da qual o produto ou serviço em uso irá de encontro com as expectativas do consumidor”.
Deming: “A qualidade só pode ser definida em termos de quem a avalia”.


1.2 Controle da Qualidade Total – TOC

Desenvolvido no Japão após a Segunda Guerra Mundial para criar em suas organizações a sobrevivência em longo...
tracking img