Qualidade de vida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1833 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Qualidade de vida: conceitos e perspectivas
Calidad de vida: conceptos y perspectivas |[pic] | |
|*Docente dos Cursos de Educação Física |Richard Ferreira Sene* |
|Coordenador do Programa de Qualidade de Vida da |Mayra Medeiros Porto** |
|Universidade do Sul de Santa Catarina|richard.sene@unisul.br |
|**Acadêmica do Curso de Educação Física da |(Brasil) |
|Universidade do Sul de Santa Catarina | |


3.1.     Qualidade de vida
    Quando a expressão qualidade de vida (QV) vem a nossamente, pensamos em primeiro lugar em saúde. A Organização Mundial de Saúde define saúde “como o completo estado de bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade.” (WHO, 1998 apud AÑEZ, 2003, p.30).
    Mas o que realmente significa QV? Ainda não se estabeleceu um conceito determinado, mas num sentido amplo a expressão QV refere-se a um indivíduo saudável,interligado ao seu grau de satisfação com a vida nos múltiplos aspectos que a integram: moradia, transporte, alimentação, lazer, autonomia, entre outros. Vincula-se ao estilo de vida da pessoa. (SILVA, 2004 apud Ghorayeb; BARROS, 2004).
    Nahas (2003) define estilo de vida como o “conjunto de ações habituais que refletem as atitudes, os valores e as oportunidades na vida das pessoas”. E aindaafirma que existem cinco componentes principais no estilo de vida, que podem afetar a QV das pessoas, em todas as idades: atividade física habitual, alimentação, controle de estresse, relacionamento e comportamentos preventivos. (DE BEM, 2003).
    QV também significa uma preocupação em modificar hábitos cotidianos de vida à procura de um bem-estar. A QV está diretamente ligada ao ambiente, onde podeser modificado ou transformado. ( ALONSO, 1994 apud ROEDER, 2003, p.41).
    Para que se possa optar pela escolha de uma melhor QV, é necessário que o indivíduo se conscientize-se dos seus benefícios, conheça seu corpo e saiba como se encontra a sua saúde, podendo assim provocar as mudanças necessárias. Guiselini (1996) afirma que para maioria das pessoas o corpo permanece um desconhecido,conseqüentemente surgem as doenças hipocinéticas (hipo: pouco; cinética: movimento) como obesidade, dores na coluna, enfraquecimento e lesão muscular, diabete, infarto do miocárdio. Moléstias comuns que ocorrem em pessoas que exercitam-se pouco ou quase nada, ou seja, pessoas sedentárias. “A inatividade física levou ao aumento de doenças crônicas. Pessoas que não se exercitam regularmente apresentamrisco maior de desenvolver doenças crônicas”.(Heyward, 2004, p.20).
    Vivemos num contexto atual onde estamos cada vez mais substituindo nossa atividade física em relação ao trabalho. Com a chegada da tecnologia estamos diminuindo nosso tempo de trabalho e aumentando a nossa produção. Atividades da vida diária como limpar a casa, lavar roupa e louça e abrir a porta da garagem requerem menos tempoque o habitual, podendo ser feitas em segundos, num apertar de botão ou através de alguma outra invenção tecnológica. Entende-se que com a conquista desta economia de tempo as pessoas realizariam atividades de lazer nos tempos livres. Infelizmente esta não é a realidade, a maioria das pessoas não se engaja em uma atividade física nas horas livres. (HEYWARD, 2004).
    Por ironia, a maioria dasdesculpas que as pessoas encontram para não adotar hábitos saudáveis é a falta de tempo e, juntamente com ela encontram-se os fatores que auxiliam a uma vida sedentária: alimentação excessiva, inatividade física, fumo e álcool, tensão emocional, estresse. (GUISELINI, 1996).
    Podemos conhecer um pouco da importância de cada um dos cinco componentes do estilo de vida que influenciam na QV das...
tracking img