Psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2172 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA - UNIDERP INTERATIVA
POLO PADRÃO
Este desafio de aprendizagem foi elaborado para fins acadêmicos no curso de Pedagogia do 3º semestre do ano de 2011 com o Módulo apresentado: Psicologia da Aprendizagem








CONCEPÇÕES
De Piaget, Vygotsky e Wallon



Camila Priscila - 128063
César Augusto - 194300
Gisele Barcelos - 284904Iara Karine - 234448
Renata Moreira - 193287


Professora tutora à distância: Ma. Karem A. G. Rojas
Professora tutora presencial: Msc. Letícia C.S.P. Oliveira



Campo Grande/MS
2011
Introdução
Jean Piaget foi um biólogo suíço que estudou o desenvolvimento das habilidades do pensamento e do tratamento da razão no celebro humano. Sua maior contribuição foi uma visãodinâmica da apropriação de conhecimentos pelo sujeito. Esse dinamismo é centrado em dois aspectos diferentes, os estádios do desenvolvimento cognitivo e o processo de funcionamento cognitivo.
Você já ouviu falar da teórica histórico – social, ou como é conhecida no Brasil, a escola de Vygotsky, ou sociointeracionismo? O sociointeracionismo recupera a importância do fator social na apropriação econstrução do conhecimento dos indivíduos. Para os sociointeracionistas, a apropriação do conhecimento é muito mais do que simplesmente assimilar, absorver ou aprender. Por essa razão, não se pode dizer que essa abordagem entenda o sujeito passivamente determinado pelo ambiente. Ao contrario, defende o papel ativo desse sujeito, em uma relação dinâmica, de forma que sua ação sobre o meio modifica-o.Wallon considera que o sujeito se constitui nas suas interações com o meio. O primeiro conceito que se deve ter bem claro quando estuda a teoria de Wallon é que ele define o ser humano como geneticamente social, isto é, não dissocia o biológico do social, pois os crê estreitamente complementares, desde o nascimento.



CONCEPÇÕES |
| CRIANÇA | DESENVOLVIMENTO |APRENDIZAGEM | LINGUAGEM |
PIAGET | A criança conhece da mesma forma que o adulto, ou seja, a ação exterior ou inteiramente interior, provocada pela necessidade, mesmo elementar, evoca o aprendizado. A percepção de um mesmo objeto evoca diferentes perguntas em uma criança, incapaz de classificar e em outra com mais idade, que pense de forma mais ampla e mais sistemática. Os interesses dependem das noçõesadquiridas e das disposições afetivas, que melhoram o equilíbrio cognitivo. O equilíbrio e desequilíbrio correspondem ao movimento intelectual entre sujeito/objeto. Assimilações e acomodações organizam o cognitivo, ampliam os esquemas, no plano da ação e depois no psicológico, inicialmente em desacordo com o nível intelectual do adulto. | O conceito de equilibração torna-se especialmentemarcante na teoria de Piaget, pois ele representa o fundamento que explica todo o processo do desenvolvimento humano. Trata-se de um fenômeno que tem, em sua essência, um caráter universal, já que é de igual ocorrência para todos os indivíduos da espécie humana, mas que pode sofrer variações em função de conteúdos culturais do meio em que o indivíduo está inserido. Nessa linha de raciocínio, o trabalhode Piaget leva em conta a atuação de  dois elementos básicos ao desenvolvimento humano: os fatores invariantes e os fatores variantes. Os fatores invariantes:  Piaget postula que, ao nascer, o indivíduo recebe como herança uma série de estruturas biológicas - sensoriais e neurológicas - que permanecem constantes ao longo da sua vida. Os fatores variantes: elemento que se transforma no processo deinteração com o meio, visando à adaptação do indivíduo ao real que o circunda. | Piaget aponta a existência, no processo de aquisição do conhecimento, de pelo menos duas fases: a exógena (fase da constatação, da cópia, da repetição) e a endógena (fase da compreensão das relações, da explicação) Os indivíduos conhecem segundo seu estágio de desenvolvimento e é a partir das diversas formas de...
tracking img