Psicologia organizacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1247 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
|[pic] |Faculdade 7 de Setembro |
| |Curso de Administração |










Alana Rodrigues Adler
Anabel Feitosa Araruna
Camille Cândido Barbosa
IsabelaMenezes Santos Rocha
Maralice Mesquita Lopes
Vitor Banhos de Menezes







SEMINÁRIO
Estresse no Trabalho



Prof. Ms. Francisco Hercílio de Brito Filho


















Fortaleza
2011.1
1. INTRODUÇÃO

1.1Objetivo
O tema que será abordado nesse seminário será o Estresse noTrabalho, pois esse assunto está cada vez mais presente no nosso cotidiano e no nosso ambiente de trabalho.
O objetivo desse trabalho é conhecer um pouco mais sobre o estresse, saber seus conceitos, o impacto que ele tem na sociedade, alguns casos práticos e principalmente a importância desse tema para a gestão organizacional.


1.2 Justificativa
A globalização é a principal causa doaumento de estresse no trabalho, pois o avanço da tecnologia obriga as organizações a sofrerem mudanças contínuas para acompanhar esse processo evolutivo. Os trabalhadores que fazem parte dessas organizações são submetidos a se adaptarem continuamente às crescentes demandas do ambiente de trabalho e isso acarreta problemas psicológicos e às vezes até físicos relacionados diretamente ao estresse e épor isso que esse tema é muito importante para a gestão organizacional, pois a maioria dos trabalhadores sofre ou já sofreram algum tipo de estresse, seja pela falta de uma boa noite de sono, sobrecarga, a rigorosidade de um superior, ou até mesmo por ruídos.

































2. DESENVOLVIMENTO DO TEMA

2.1 Conceitos e Definições

O conceito deestresse surgiu nos ano 30 por Hans Selye. Segundo ele, o estresse é um processo vital e fundamental onde pode ser dividido em dois tipos ou seja, quando passamos por mudanças boas, temos o estresse positivo e quando atravessamos alguma fase negativa, estamos vivenciando o estresse negativo. O ambiente de trabalho vem cada vez mais se modificando e isso causa uma pressão muito grande aotrabalhadores, que são cobrados o tempo todo. E por causa dessa pressão que eles sofrem, muitos tem sua vida social abalada, as vezes se tornam agressivos ou até mesmo podem ficar doentes. Chama-se de estresse a um estado de tensão que causa ruptura no equilibrio interno do organismo.


2.2 Desenvolvimento Histórico

Ao longo dos anos o processo de trabalho tem sofrido sucessivas mudanças. Iniciandopela economia de subsistência onde o homem produzia somente o que era necessário para o seu próprio consumo e logo depois com os trabalhos artesanais que eram produzidos manualmente e vendidos em uma escala menor, até chegar ao mercado capitalista que vivemos em nossos tempos atuais.Com a expansão das cidades, milhares de pessoas abandonaram a vida do campo, e vieram para as cidades urbanas embusca de melhores condições de vida através de sua inserção no mercado de trabalho.
No início do século XX este período é marcado pela produção de carros em grande escala e pelo consumo desenfreado. Este modelo organizacional irá continuar até a década de 70, quando o mercado de trabalho apresentar mudanças com o aumento da competição, queda nos lucros da empresa, mão-de-obra excedente gerandodesemprego, principalmente devido a implantação de novas tecnologias no setor industrial. As mudanças, a partir daí, irão aparecer não só na área econômica e social, mas também irão refletir na saúde do trabalhador.
Para que o trabalhador tenha um controle sobre suas condições de saúde é necessário que suas necessidades básicas sejam atendidas. Tanto no trabalho, quanto em função do que este...
tracking img