Psicologia do direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5967 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Plano de Aula: Psicologia Aplicada ao Direito
PSICOLOGIA APLICADA AO DIREITO
Título
Psicologia Aplicada ao Direito
Número de Aulas por Semana
Número de Semana de Aula
11
Tema
As Práticas Psicológicas e suas Aplicações no Contexto Jurídico. Infância, Juventude e Idoso, Infância e Juventude
Objetivos
. Analisar a importância do Estatuto da criança e do adolescente como um novo institutopara garantir direitos e deveres a esta população
   Demonstrar o trabalho do Psicólogo no Juizado da Infância, Juventude, e do Idoso.
   Entender o processo de adoção.
. Reconhecer o Estatuto do Idoso;
   Compreender o trabalho do psicólogo no Juizado da Infância e Juventude;
   Descrever as medidas socioeducativas;
   Explicar o processo de inclusão social de adolescentes quecometeram atos infracionais.
Estrutura do Conteúdo
O professor deverá estabelecer com os alunos a diferença entre os dois Juizados. Apresentar temas importantes em relação ao trabalho do psicólogo no Juizado da infância , Juventude e idoso como : violência contra crianças e adolescentes, adoção e violência contra o idoso.No Juizado da Infância e Juventude deverá ser apresentado ao aluno : asmedidas sócioeducativas e suas aplicações. |
Aplicação Prática Teórica
1. A Constituição da República Federativa do Brasil estabelece, no capítulo VII: Da família, da criança, do adolescente e do idoso, no artigo 227, parágrafo 4º: ?A lei punirá severamente o abuso, a violência e a exploração sexual da criança e do adolescente?.Assegurado isso pela Constituição, a questão refere-se à evidênciada ocorrência, uma vez que a maioria dos abusos em crianças (80%) são praticados por membros da família ou pessoas muito próximas que lhes impõem o silêncio. Sobre os procedimentos a serem adotados, de imediato, sobre o assunto, considere as afirmativas a seguir: I- Denunciar o fato ao Conselho Tutelar local;II- Dialogar com o agressor esclarecendo a íntima relação do abuso sexual com outrassituações de risco como maus tratos, negligência, pobreza e ainda, grande dificuldade de relacionamento social, agressividade, solidão, entre outras;III- Buscar informações com outros profissionais da saúde e em livros especializados para estar preparado e apto a atender os casos de abuso sexual, uma vez que dificilmente ocorrem queixas ou denúncias;IV- Dar oportunidade à criança ou ao adolescente defalar sobre o abuso e de expressar suas emoções e sentimentos após o fato, pois reações de depressão e ansiedade ocorrerão em virtude do trauma ser revivido durante algum tempo;V- Afastar a vítima do agressor imediatamente, providenciando um local seguro e dando apoioemocional e psicológico, para, entre outros procedimentos, desculpabilizar a vítima. EstãoCORRETASapenas as afirmativas:(a) I e II;(b)II e III;(c) I, II e IV;(d) I, IV e V;(d) I, III e V.(PREFEITURA MUNICIPAL DE ITATIAIA- PSICÓLOGO/2007) 2. Em 2005, a esperança de vida do brasileiro alcançou os 71,9 anos. O Distrito Federal lidera orankingda expectativa de vida nacional, com 74,9 anos seguindo-se os estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Essa estatística do IBGE implica que: (a) esse perfil demográfico gera demandasespecíficas nas mais diversas áreas da organização social, entre elas os aspectos previdenciários são os mais reconhecidos, mas estão longe de serem os únicos;(b) A alteração desse perfil demográfico repercutirá de forma positiva na arrecadação de impostos especialmente nas contribuições para a Previdência Social;(c) A expectativa de vida brasileira está próximaa de países como Japão, Suíça eItália;(d) A dramática situação da infância justifica o não atendimento adequado das necessidades dosidosos;(e) A maior expectativa de vida em Brasília ocorre porque o Distrito Federal é a região mais rica da Federação.(PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LUIS-PSICÓLOGO/2007) 3. Observe o seguinte relato: ?Vivíamos uma situação econômica difícil. Um dia, briguei com meu irmão, e ele começou a gritar. Meu...
tracking img