Psicologia comportamental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7086 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ISSN 1517-5545 2006, Vol. VIII, nº 1, 025-037

Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva

Descrição do atendimento de uma criança com déficit em habilidades sociais
A case study of a child with deficit in social skills

Caroline Mota Branco1 Eleonora Arnaud Pereira Ferreira2
(Universidade Federal do Pará)

Resumo O presente trabalho descreve o estudo de caso clínico deuma criança com Déficit em Habilidades Sociais (DHS), aplicado por uma terapeuta estagiária em formação, de acordo com o modelo da Terapia Comportamental Infantil (TCI). O manejo terapêutico baseou-se fundamentalmente no relato de contingências, utilizando técnicas direcionadas ao Treinamento em Habilidades Sociais (TSH). Ao final de 20 sessões, progressos comportamentais significativos foramrelatados, especialmente em relação ao ajustamento do paciente em seu contexto ambiental. Apesar dos progressos identificados, o cliente manteve o padrão de comportamento governado por regras imprecisas, sendo então recomendada a continuação da terapia. Palavras chave: estudo de caso; terapia comportamental infantil; déficit em habilidades sociais; Timidez; fobia social. Abstract The present workdescribes a study of clinical case of a child with Deficit in Social Skills (DSS), developed by a therapist under formation, in accordance with the model of Child Behavior Therapy (CBT). The therapeutical handling relied basically on the report of contingencies, using techniques directed towards the Training in Social Skills (TSS). At the end of 20 sessions, some significant progress was reported,especially referred to the adjustment of the patient inside his environmental context. Despite the identified progress, the client maintained the standard of behavior governed by dysfunctional beliefs, and for this reason, the continuation of the therapy was recommended. Key-words: case study; child behavior therapy; deficit in social skills; shyness; social phobia.

1 2

Psicóloga, Mestranda docurso de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento. E-mail: lin@amazon.com.br Departamento de Psicologia Social e Escolar, Programa de Pós-graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento. E-mail: eleonora@ufpa.br

025

Caroline Mota Branco - Eleonora Arnaud Pereira Ferreira

A Terapia Comportamental Infantil (TCI) vem passando por uma mudança de paradigmas ao se afastar dos modelosteóricos que descartam a análise dos fenômenos subjetivos da criança (Conte & Regra, 2000). Como resultado, o processo terapêutico tem favorecido o relato verbal da criança e atribuído força à relação de interação entre terapeuta e cliente. A especificação dos elementos que conduzem a intervenção terapêutica, segundo Rangé (1995), envolve fundamentalmente dois processos: (1) o processo deavaliação inicial e (2) o processo de formulação de caso e experimentação clínica, isto é, o processo de intervenção terapêutica propriamente dito. O processo de avaliação inicial é baseado na coleta de dados sobre a queixa apresentada, assim como no levantamento de informações relevantes sobre a história de vida do cliente. Nessa fase, a preocupação inicial do terapeuta é fazer a análise funcional doscomportamentos tidos como problemáticos, bem como a formular hipóteses. A metodologia de avaliação e intervenção utilizada pela Terapia Comportamental Infantil é baseada nos seguintes procedimentos (Conte & Regra, 2000; Souza & Baptista, 2001): 1) Inserção direta da criança no processo terapêutico: O terapeuta passa a se relacionar diretamente com as regras e conceitos relatados pela criança, podendoauxiliá-la de maneira mais precisa no processo de mudança comportamental; 2) Uso de recursos lúdicos: O uso de estratégias lúdicas (como o uso de brinquedos e jogos) e o uso da fantasia (como a utilização de histórias infantis) foram revistos, adquirindo função tanto para a avaliação como para a intervenção direta com a criança; 3) Análise funcional de problemas e queixas: A análise funcional...
tracking img