Psicofarmacologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7627 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A psicofarmacologia é fundamentada através da sua atuação no sistema nervoso central (SNC) através dos neurotransmissores químicos, seja inibindo sua atuação ou exacerbando esta, assim para entender as ações das drogas no cérebro, compreender o impacto das doenças sobre o sistema nervoso central (SNC) e interpretar as conseqüências comportamentais dos medicamentos utilizados em psiquiatria,deve-se ter fluência na linguagem e nos princípios da neurotransmissão química.
Basicamente os neurônios são células do sistema nervoso, responsáveis pela condução dos impulsos nervosos, sendo constituídos por: corpo celular, dendritos e axônio.
A neurotransmissão química ocorre nas sinapses – sítios especializados que conectam
dois neurônios, que se organizam de maneira a enviarinformações sinápticas para outros
neurônios e também de modo a receber informações sinápticas de outros neurônios.
O neurônio envia informações sinápticas através de seu longo axônio, que se ramifica em
fibras terminais prontas para estabelecer contatos sinápticos com outros neurônios. O
neurônio recebe informações sinápticas em seus dendritos, corpo celular e axônio.
Os neurônios enviamimpulsos elétricos de uma parte da célula para outra parte da mesma
célula através dos axônios, mas estes impulsos elétricos não saltam para outros
neurônios.
Os neurônios se comunicam através da liberação do mensageiro químico, ou seja o neurotransmissor, para os receptores do segundo neurônio.
Isto ocorre apenas nos locais das conexões sinápticas entre eles. A comunicação entre osneurônios é, portanto, química portanto dependente dos neurotransmissores. Portanto para podermos elucidar bem os neurotransmissores devemos saber onde é produzido, onde atua e o que ele promove:
A síntese do neurotransmissor se faz a partir de um precursor (tirosina, triptofano, colina e outros alfa-aminoácidos) que, vindo do meio externo para o interior do neurônio, atravessa a membrana docorpo celular da estrutura neuronal por intermédio de mecanismos especializados. Como passo seguinte, o precursor e suas enzimas sintetizadoras encaminham-se, por processos ativos de condução, para a porção terminal do neurônio, onde uma parte menor dele fica livre no citoplasma e a parte maior fica armazenada em órgãos denominados vesículas sinápticas
O neurotransmissor é liberado quandoacontece à despolarização do neurônio, liberado por ação de enzimas (as monoamino-oxidases) armazenadas nos mitocôndrias. Liberado o neurotransmissor, através de um processo conhecido como exocitose, a vesícula sináptica funde-se à parede, porém, da membrana da porção terminal do neurônio, o axônio. Em seguida, voltando a desempenhar função de vesícula sináptica, o neurotransmissor, junto com outrassubstâncias, é lançado na fenda sináptica. Na fenda sináptica, o neurotransmissor atua sobre o segmento pós-sináptico do neurônio ou outra célula efetora. Por intermédio de enzimas, em geral a catecol-O-metiltransferase (COMT), é recapturado para a porção terminal do neurônio ou é metabolizado no líquido extracelular da fenda sináptica. A síntese, liberação, atuação e destino final dosneurotransmissores no SNC baseiam-se na observação feita nas sinapses de nervos dos sistemas nervosos periférico e autônomo. Supõe-se, com muitas razões para isso, que processos semelhantes se realizem no SNC.
Os neurotransmissores são compostos orgânicos que têm em sua estrutura molecular o nitrogênio e são derivados da amônia por substituição de um ou mais átomos de hidrogênio por radicais hidrocarbonados. Deacordo com o número de hidrogênios substituídos, as aminas são denominadas primárias, secundárias ou terciárias ou, apenas, monoaminas, diaminas ou biaminas e triaminas, respectivamente. Entre os neurotransmissores do SNC existem algumas monoaminas importantes, conhecidas como aminas biogênicas. Um grupo delas é formado por uma parte alifática, a amina, e uma parte aromática, o catecol. Outro...
tracking img