Projeto de treinamento organizacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6393 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE
CENTRO DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS HUMANAS
DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA

PROJETO DE TREINAMENTO ORGANIZACIONAL

Trabalho referente à matéria Psicologia Organizacional apresentado a Professora Marley Araújo como requisito para a segunda avaliação da disciplina, pelos alunos: Ana Carolina Melo Mendonça, LucianaCardoso Lessa de Carvalho Leite, Maria Mércia dos Santos Barros, Saulo Pereira de Almeida.

São Cristóvão/SE
2010

1- APRESENTAÇÃO

O presente trabalho foi realizado na empresa Pisolar, a qual tem como foco a comercialização de materiais de construção. Para tal, contatamos a psicóloga organizacional responsável pelo setor de RH, que nos sugeriu alguns setores a seremtrabalhados, e posteriormente, com a definição do setor (Logística), nos disponibilizou a descrição dos cargos escolhidos. No mesmo dia, foi feita uma observação e entrevista com alguns funcionários, a fim de conhecer a rotina do setor, os conhecimentos, as habilidades e atitudes (CHAs) que envolvem as tarefas, o clima do setor, entre outros aspectos. Posteriormente, foram aplicados questionários referentesaos CHAs necessários para o desempenho das tarefas além de outras questões colocadas pelos funcionários. Feita a análise dos dados obtidos, foi realizado um projeto de treinamento para as demandas verificadas, a fim de suprir as necessidades do setor. A última parte do trabalho refere-se a uma avaliação dos efeitos do treinamento, que tem como finalidade analisar quão efetivo foi o trabalhorealizado no setor.

2- REVISÃO TEÓRICA

O treinamento de pessoal é um esforço despendido pelas organizações com a finalidade de proporcionar oportunidades de aprendizagem para os seus funcionários (BORGES-ANDRADE e OLIVEIRA-CASTRO, 1996). Segundo os autores, os treinamentos são utilizados principalmente na identificação e superação de deficiências no desempenho dos trabalhadores, nopreparo dos mesmos para novas funções, e nos casos da necessidade de atualizar os conhecimentos dos funcionários diante da introdução de novas tecnologias no trabalho.

Para Meneses, Zerbini e Abbad (2010), o cenário dinâmico atual faz com que as organizações necessitem, cada vez mais, de profissionais capazes de gerar resultados que sejam valiosos para a sua clientela. Esses resultados,por sua vez, dependem de uma qualificação humana no trabalho, e é nesse sentido que os processos de treinamento passam a ser considerados instrumentos importantes para a gestão da aprendizagem. De acordo com Vargas (2010), as empresas só terão um investimento eficaz, com resultados positivos quando o processo de treinamento for feito de modo correto, de acordo com as orientações prescritas pelaliteratura da área.

Segundo Robbins (2005), os programas de treinamento podem trazer benefícios para o comportamento no trabalho mediante o aperfeiçoamento das habilidades necessárias para que o funcionário realize suas atividades, podendo este ser um fator de motivação, visto que aumenta o potencial de desempenho de alto nível. Além disso, um segundo benefício é a melhora na auto-eficácia dofuncionário, ou seja, aumenta a sua expectativa em relação a ser capaz de realizar os comportamentos necessários para chegar a um determinado resultado. Sendo assim, o treinamento é uma forma de influenciar positivamente a auto-eficácia por estimular os funcionários a serem mais dispostos e se esforçarem mais no trabalho.

Robbins (2005) apresenta quatro tipos de treinamento, a saber: a)habilidades de linguagem, em que os funcionários precisam de conhecimentos em matemática para compreender alguns equipamentos de controle numérico, mais habilidade em leitura para interpretar planilhas ou mesmo melhor capacidade de comunicação verbal para trabalhar em equipe; b) habilidades técnicas, as quais objetivam atualizar e aperfeiçoar habilidades para que os funcionários lidem melhor com as...
tracking img