Privacidade na internet

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7357 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A privacidade na Internet

Introdução
A Internet promove a comunicação, ultrapassa barreiras físicas, expande a nossa educação, coloca-nos em contacto com todo o mundo. É actualmente um meio essencial e do qual todos nós dependemos, directa ou indirectamente.
A Internet é usada para nos candidatarmos a trabalhos, é onde lemos as notícias, recebemos correio, pesquisamos as nossas dúvidas,pagamos as nossas contas, onde inclusive conhecemos e fazemos amigos. Para muitos a Internet substitui a enciclopédia, o calendário, a lista telefónica, o telefone...
Com a enorme aceitação da Internet, surge um mundo paralelo ao físico, em que poderíamos assumir que as mesmas leis ou leis sociais que protegem a nossa privacidade no mundo físico se pudessem aplicar de igual forma ao digital. Noentanto, a Internet ainda continua enormemente desregulada e as políticas que a governa estão ainda em desenvolvimento. É importante ter a noção que é ainda um mundo selvagem e por se tornar civilizado, antes de nos deixarmos envolver por ele.
Perceber como navegar por este mundo, conhecer os riscos envolvidos, é essencial para usarmos a Internet.
Este artigo começará por apontar algumas actividadesna Internet que poderão colocar em risco a nossa privacidade e como poderemos controlar a forma como nos expomos na Internet. Serão também descritas as metodologias mais comuns para roubo de informação.
No final serão indicados alguns exemplos reais de como a invasão de privacidade à qual estamos sujeitos enquanto navegamos na Internet, terá tido alguns efeitos menos desejáveis.
 
1. Queactividades é que colocam em risco a minha privacidade?
Enquanto navegamos na Internet, são constantes os locais em que nos exigem algum tipo de informação pessoal para que possamos usufruir de forma completa da informação ou utilidade do local que estamos a visitar.
Tudo começa a partir do momento que assinamos um contrato com um servidor de Internet. Esse servidor irá atribuir-nos umIP, que estará sempre ligado às actividades que efectuamos na Internet. Um IP por si só não indica nada sobre nós, mas permite que a cada actividade esteja associada um IP. Dependemos então da forma como o nosso servidor de Internet assegura a nossa privacidade e como protege que esse IP nos identifique. Este é o primeiro elo de vários em que podemos expor informação pessoal na Internet.▪ E-mail
Sempre que enviamos e-mails, para além da certeza que estamos a enviar informação a um ou mais destinatários, é importante ter a noção que essa mesma informação poderá ser passada a outras pessoas (quaisquer outras para as quais o destinatário reenvie o e-mail recebido).
Um email atravessa normalmente várias redes, seguras e inseguras, monitorizadas e nãomonitorizadas, como tal, para além dos normais destinatários do nosso e-mail é possível que em qualquer uma dessas redes, um gestor ou alguém que pretenda interceptar a informação trocada nessa rede, obtenha uma cópia do email enviado.
É portanto de suma importância que quando pretendemos enviar informação confidencial, que esta seja cifrada para que apenas as pessoas destinatárias sejamcapazes de a decifrar. Para tal existem ferramentas como GPG (GNU Privacy Guard).
▪ Listas de e-mails
É muito frequente que quando pertencemos a projectos, a fóruns de discussão temáticos, que a nossa inscrição seja feita usando o nosso email, que será usado para registarmos qualquer intervenção da nossa parte, ou para termos conhecimento das intervenções doutros membrosinscritos.
Este tipo de actividade leva a que muitas vezes recebamos um elevado número de e-mails não solicitados (spam), visto que o nosso email se torna demasiado divulgado e por conseguinte exposto.
Para combater o spam que muitas vezes poderá ter conteúdos que colocam em risco a nossa privacidade (vírus, adware...), existem filtros de spam tanto nos servidores de email, como...
tracking img