Previdencia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1431 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A classe “C” e a previdência privada




Estevão Luiz Candido Wanderley








Resumo:

A Previdência oficial é a âncora social do Brasil, ela procura segurar ao cidadão um benefício de aposentadoria próximo ao valor do seu ultimo salário em atividade. No entanto o beneficio Maximo da previdência oficial brasileira hoje de R$ 3.418,15 valor bem abaixo da realidade de umaparcela de trabalhadores ativo. Isso faz com que muitas famílias brasileiras recorram aos fundos privados de previdências. Conseqüentemente o sistema de previdência privada ganha cada vez mais espaço no cenário atual. Esse trabalho analisa o interesse da classe “C” assim como o aumento do consumo dos fundos de pensão, salientando a importância dessa classe no contexto econômico do pais, buscamosentender a motivação que propulsionou sua adesão nesses planos .


Palavras-chave: Previdência Privada – Classe “C” – interesse – consumo.












UFPE
Recife – 2010
INTRODUÇÃO

Com o crescimento da economia, melhoras nas condições financeiras e o desenvolvimento da indústria interna, o consumo do brasileiro esta cada vez maior. Parte deste consumo vem da chamada classemédia, a atual classe “C”. Esta classe segundo pesquisa da Cetelem/ipiso, está ganhando espaço como podemos observar na pirâmide social :

esse crescimento por sua vez é explicado pelas facilidades de crédito,distribuição de renda assim como o aumento da renda propulsionado pelo aumento do salário mínimo entre outros fatores econômicos atuais . como mostra estudo do Instituto de Pesquisa Econômica(IPEA).
Segundo dados do IBGE, nos últimos cinco anos com a forte aceleração econômica a partir de 2006 cerca de 20 milhões de brasileiros passaram para a classe C. Eles vieram, em sua grande maioria, das classes D/E. No mesmo período, a classe D/E encolheu de 46% do total da população para 26%. Já a C cresceu de 32% para 49%. A classe A/B manteve-se praticamente estável. Seutamanho oscilou de 20% para 23% do total da população. Esse aumento reflete na estrutura econômica do pais, gerando uma grande massa de assalariados dispostos a consumir uma multiplicidade de produtos.
É preciso também salientar que a estabilização da economia do pais, é um fato relevante no cenário atual . Hoje a Classe C começa a ter mais facilidades na obtenção de crédito e aaventurar-se na aquisição de bens de consumo assim como ampliar as possibilidades de investimentos em planos de previdência privada . Logo, vislumbra-se com as facetas desse conhecimento social, associar e incluir na dinâmica dos mercados de consumo dos fundos de pensão esse grupo emergente e multifacetado que passou a ter grande liberdade de consumir em uma área antes desconhecida. Vale destacara necessidade dos gestores dos planos de previdência privada elaborarem, baseado nas característica atuais planos que tornem viável a implementação dos fundos de pensão bem ajustados aos interesses específicos de cada família .






1. Características das classes sociais

Para analisar e busca explicações que justifique o interesse da classe “C” nos planos previdência privadaé preciso previamente entender algumas características das classes sociais. Primeiro compreender que as Classes Sociais são as divisões estabelecidas na sociedade, segundo critérios de renda, de acesso aos bens de consumo, moradia, educação e saúde. Falar-se em Classe Social atualmente, virou rotina. Fala-se em classe na economia, na educação, na cultura. As pesquisas nos classificam em classes. Asegmentação em classes sociais usando a classificação econômica das classes A/B, C e D/E é comum no mercado publicitário e entre as empresas. A divisão das classes sociais visa segmentar o mercado levando em conta o poder aquisitivo de cada grupo.
A ABEP – Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, utiliza a classificação para as classes sociais para a Renda Total Familiar (por mês),...
tracking img