Preconceito racial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1893 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário

1. Preconceito 3

2. Preconceito Racial 3

3. História do Preconceito Racial 4

4. Preconceito Racial com o Negro 5

5. Mais Sobre Preconceito Racial 6

6. Gráficos 7

7. Conclusão 10

8. Bibliografia 12





Preconceito



Preconceito é um "juízo" preconcebido, manifestado geralmente na forma de uma atitude "discriminatória" perante pessoas,lugares ou tradições considerados diferentes ou "estranhos". Costuma indicar desconhecimento pejorativo de alguém, ou de um grupo social, ao que lhe é diferente. As formas mais comuns de preconceito são: social, racial e sexual.

O preconceito é um erro, entretanto, trata-se de um erro que faz parte do domínio da crença, não do conhecimento, ou seja, ele tem uma base irracional e por isso escapaa qualquer questionamento fundamentado num argumento ou raciocínio.

Nas sociedades, o preconceito é desenvolvido a partir da busca, por parte das pessoas preconceituosas, em tentar localizar naquelas vítimas do preconceito o que lhes “faltam” para serem semelhantes à grande maioria

O preconceito leva à discriminação, à marginalização e à violência, uma vez que é baseadounicamente nas aparências e na empatia.


Preconceito Racial


O preconceito racial é caracterizado pela convicção da existência de indivíduos com características físicas hereditárias, determinados traços de caráter e inteligência e manifestações culturais superiores a outros pertencentes a etnias diferentes. O preconceito racial, ou racismo, é uma violação aos direitos humanos, vistoque fora utilizado para justificar a escravidão, o domínio de alguns povos sobre outros e as atrocidades que ocorreram ao longo da história. 

Esse tipo de preconceito é uma forma de exclusão social bastante comum no mundo, porém, pode-se observar que o Brasil, apesar de ser um país com uma população que é fruto de uma miscigenação generalizada, o racismo é uma prática muito freqüente, o quenos leva a pensar em qual seria o verdadeiro motivo para tamanha discriminação. 
No mercado de trabalho e na sociedade as pessoas de cor de pele diferente da maioria, são menos aceitas. É obvio que a cor da pele não julga a competência de ninguém, mas, infelizmente, o preconceito existe e deve ser combatido.

Pessoas de raças diferentes devem ser vistas e tratadas como pessoascomuns e normais que são, e não como inferiores às demais por causa desse tipo de “diferença”.


História do Preconceito Racial



O racismo tem assumido formas muito diferentes ao longo da história. Na antiguidade, as relações entre povos eram sempre de vencedor e cativo. Estas existiam independentemente da raça, pois muitas vezes povos de mesma matriz racial guerreavam entre si, eo perdedor passava a ser cativo do vencedor, neste caso o racismo se aproximava da xenofobia. Na Idade Média, desenvolveu-se o sentimento de superioridade xenofóbico de origem religiosa.
Nos primeiros contatos entre conquistadores portugueses e africanos, no século XV, não houve atritos de origem racial. Os negros e outros povos da África entraram em acordos comerciais com os europeus, queincluíam o comércio de escravos que, naquela época, era uma forma aceita de aumentar o número de trabalhadores numa sociedade e não uma questão racial.
No entanto, quando os europeus, no século XIX, começaram a colonizar o Continente Negro e as Américas, encontraram justificações para impor aos povos colonizados as suas leis e formas de viver. Uma dessas justificações foi a idéia errôneade que os negros e os índios eram "raças inferiores” e passaram a aplicar a discriminação com base racial nas suas colônias, para assegurar determinados "direitos" aos colonos europeus. Àqueles que não se submetiam era aplicado o genocídio, que exacerbava os sentimentos racistas, tanto por parte dos vencedores, como dos submetidos, como os índios norte-americanos que chamavam os brancos de “Cara...
tracking img