Power point

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1765 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sistemas de Gestão da Segurança
Sistemas
e Saúde no Trabalho (SST)
Fundamentos e Alternativas
Gilmar da Cunha Trivelato
Pesquisador Titular
FUNDACENTRO – Centro Regional de Minas Gerais
E-mail: gct.cemg@terra.com.br

Apresentação feita no Seminário Nacional sobre Gestão da
Segurança e Saúde no Trabalho, realizado em Belo
Horizonte (MG), nos dias 17, 18 e 19 de junho de 2002 Sistemas de Gestão da Segurança e
Sistemas
Saúde no Trabalho (SST) –
Fundamentos e alternativas
Objetivos desta apresentação
• Discutir e refletir sobre os fundamentos
dos Sistemas de Gestão da SST (SGSST)
• Analisar os pontos fortes e fracos desses
sistemas
• Apresentar e discutir alternativas para
implantação de SGSST nas empresas do
setor mineral.
• Levantar questões a serem discutidas nasapresentações subseqüentes.

Fatores que explicam as diferentes
Fatores
estratégias de Gestão da SST no
mundo
! Sistema legal.
! Relações trabalhistas.
! Recursos de SST (humanos e infraestrutura)
! Força dos sindicatos.
! Ideologias políticas.
! Políticas de governo e regras do mercado.

Gestão da Segurança e Saúde no
Gestão
Trabalho (SST)
Evolução das abordagens
Açõesreativas
Ações preventivas localizadas
Gestão sistematizada

Gestão Sistematizada da Segurança e
Gestão
Saúde no Trabalho (SST)






Responsabilidade
ativa,
abrangente,
programática
e contínua
visando a qualidade da SST, através de
um processo gerencial sistemático para
detectar, eliminar ou reduzir riscos nos
locais de trabalho.

Gestão Sistematizada da Segurança e
GestãoSaúde no Trabalho (SST)
Evolução da legislação de SST
No países desenvolvidos (Europa e América
do Norte):
• Início dos anos 70 : organização da legislação
de SST, com exigência de gestão sistematizada
- Programa de Segurança e Saúde no Trabalho.
• Eliminação da monetização da saúde
(pagamento de adicionais por exposição a
condições insalubres ou perigosas e
aposentadoria precoce ouespecial).

Gestão Sistematizada da Segurança e
Gestão
Saúde no Trabalho (SST)
Evolução da legislação de SST no Brasil
• Até 1978 – Normas específicas isoladas.
• 1978 – Portaria 3214 – Conjunto de normas
sem exigência de gestão sistematizada
• 1994 – Exigência de gestão sistematizada:
PPRA (NR 9) e PCMSO (NR 7)
• 1999 – PRG (NR 22)
• Manutenção até o momento atual do
pagamento dosadicionais de insalubridade ou
periculosidade e aposentadoria especial.

Gestão Sistematizada da Segurança e
Gestão
Saúde no Trabalho (SST)
Fundamentos básicos da Gestão
Sistematizada:
• Ciclo PDCA de DEMING: Avaliação e
controle dos riscos como processo de
melhoria contínua.
• Estabelecimento de padrões - níveis de
risco aceitáveis
• Controle dos riscos – eliminar ou reduzir
em níveisaceitáveis ou transferir de forma
adequada.

Gestão Sistematizada da Segurança e
Saúde no Trabalho (SST)
CONCEITO CENTRAL
RISCO =

CENÁRIO, PROBABILIDADE, GRAVIDADE

DANO
Estimativa do Risco = Probabilidade X Gravidade do dano

Processo de Gestão de Riscos
Processo

Avaliação
de risco

Identificação e
avaliação dos riscos
Identificação e análise
das opções de controleTomada de decisão
Implementação
Monitorização e
avaliação de desempenho
Revisão

Controle
de
Riscos

Gestão Sistematizada da Segurança e
Gestão
Saúde no Trabalho (SST)

Sistemas legais (exigidos por lei)
X
Sistemas Voluntários

Gestão Sistematizada da Segurança e
Gestão
Saúde no Trabalho (SST)
Sistemas legais (exigidos por lei)
• Apresenta número limitado de princípios para agestão sistemática.
• Documentação simplificada.
• Deve ser aplicável a todas as empresas,
inclusive pequenas e médias empresas (PME).
• Contempla mais a participação dos
trabalhadores.

Gestão Sistematizada da Segurança e
Gestão
Saúde no Trabalho (SST)







Sistemas voluntários
Baseado em regras do mercado
Promovido tipicamente por firmas de
consultoria privada....
tracking img