Ensaio critico: a cabana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4195 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Entre Lágrimas

1. O Grande Mergulho
De William P. Young, o livro A Cabana* (2007) conta a historia de Mackenzie Allen Phillips. Casado com Nan e com cinco filhos, Mackenzie, como diz o próprio autor, é “um sujeito bastante comum e certamente sem nada de especial, a não ser para os que o conhecem de verdade” (p.11). Contudo, sua vida muda drasticamente quando uma de suas filhas, Missy, éseqüestrada e morta violentamente em uma cabana durante um feriado fora de casa. A ausência da filha cria um vazio absurdo e para ele “os dias e semanas seguintes se tornaram um borrão” (p.89 e 90), destaca Young, borrão este que é chamado mais tarde de “A Grande Tristeza”.
Mackenzie tem outra reviravolta quando, em um dia nevoso, recebe um bilhete inesperado:
“Já faz um tempo. Senti sua falta.Estarei na cabana no fim de semana que vem, se você quiser me encontrar. Papai” (p.22).
Por um momento achou ser uma brincadeira, porem não podia negar que seu mundo parecia estar mais escuro. “Sentou-se e olhou o bilhete. Era confuso e doloroso tentar evitar a cacofonia de emoções perturbadoras e de imagens sombrias que nublava sua mente - um milhão de pensamentos viajando a um milhão de quilômetrospor hora.” (p.32), descreve o autor. Receber o bilhete assinado por Papai, dizendo para encontrá-lo na cabana, causou a Mackenzie um profundo impacto. Em sua mente, pensou por horas o ocorrido:
“Será que Deus escreve bilhetes? E por que na cabana - o ícone de sua dor mais profunda? Certamente Deus teria lugares melhores onde se encontrar com ele. Um pensamento sombrio chegou a atravessar suamente: o assassino o estaria provocando ou atraindo para longe com a intenção de deixar sua família desprotegida. Talvez fosse somente uma brincadeira cruel. Mas por que estava assinado "Papai"? Por mais irracional que parecesse, Mack não conseguia deixar de pensar que talvez o bilhete viesse mesmo de Deus. Quanto mais pensava, mais confuso e irritado ia ficando” (p.92 e 93).
Secretamente, “tirou obilhete do bolso da camisa, leu mais uma vez e colocou-o na lata, que depositou no banco do carona em meio a outros equipamentos. Bem antes do amanhecer da sexta-feira, Mack já estava fora da cidade” (p.103).
Ao chegar, o terrivel lugar parecia estar mais feio do que nunca, e, finalmente, seu coração explodiu. Ao soltar a raiva contida,
“sentiu um jorro súbito de ar quente alcançá-lo por trás.O canto de um pássaro rompeu o silêncio gelado. Mack parou e ficou olhando, enquanto ao redor a cobertura branca se dissolvia e era substituída por uma vegetação radiante” (p.113 e 114)
O que ele estava vendo, claro, não era possível. Enquanto tentava estabelecer algum equilíbrio interno, decidiu bater para ver o que acontecia, mas, quando levantou o punho, a porta se escancarou e diante deleapareceu uma negra enorme e sorridente. No momento em que ela se virou para entrar no chalé, uma mulher pequena, claramente asiática, emergiu de trás da negra, e então olhou para além dela e notou que uma terceira pessoa havia saído do chalé. Desta vez era um homem. Parecia ser do Oriente Médio e se vestia como um operário, com cinto de ferramentas e luvas.
Para Mack,
“os pensamentos se embolavamenquanto lutava para ter alguma clareza. Será que alguma daquelas pessoas era Deus? E se fossem alucinações? Ou será que Deus viria mais tarde? Já que eram três, talvez aquilo fosse uma espécie de Trindade. Mas duas mulheres e um homem? E nenhum deles era branco? Mas por que ele havia presumido que Deus seria branco? Sabia que sua mente estava divagando, por isso concentrou-se na pergunta que maisqueria ver respondida: ‘Então qual de vocês é Deus?’ ‘Eu, responderam os três em uníssono’. Mack olhou de um para outro e, mesmo sem entender nada, de algum modo acreditou” (p.125)

2. Adivinha Quem Vem Para o Jantar
Acho incrível a idéia do autor de querer mostrar Deus como um de nós, e, melhor ainda, quebrar seus estereótipos. Ao revelar “Papai” como uma mulher negra, Jesus como um...
tracking img