Poesia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (345 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Eu nesse quarto úmido, sentada na cama, as vezes tenho a impressão que a parede chora, as vezes parece que ela grita comigo, então eu me levanto e vou a direção da sala, encontro alijogado no chão, meu corpo, minha vida, eu deveria gritar? Chorar? Me desesperar? Sim, eu deveria, mas aquilo não importava, então sentei ao lado do meu corpo, a espera de alguém acha-lo,eu ali tentando lembrar de algo, acabaram passando dias e ninguém aparecia, então resolvi deixa-lo e ir para um caminho que eu ainda não fazia ideia que existia. Eu fui. Estou nele, sonão sei onde vai da.

- Culpa sua, Tudo sua culpa. Eu te pedi lembra? Com educação eu te pedi, mas não, você não poderia ficar ali, quieto em silencio, eu não vou mais tentar ajustarisso, so quero distancia agora. Distancia de nós.
Então eu sai, por ai, não quis saber de ninguém não me interessaria se alguém me perguntasse motivos, razões eu apenas me calaria, e oque eu sou, é o que eu sinto. Preciso de mim, apenas de mim nesse momento, não consigo confiar, nos meus olhos, quem dirá no meu coração. A minha mente me manipula, nessa sim eu consigosentir que me quer bem. Não tente procurar motivos por isso, não tente julgar alguém que sente dor, a sua dor nunca vai ser maior daquele que foge dela, eu fujo e não quero voltar, e nemdevo. Quando estou longe das coisas, sinto o cheiro delas, sinto o calor delas, sinto a forma delas, sinto a gradeza delas, é assim com todos, Deveria me sentar as vezes para nãocontinuar a enganar meus pés cansados, para não enganar meu corpo destruído de dor. Mas as vezes é tão bom sentir dor e saber que se você está mal, você pode ficar pior, ou quer dizer melhor,então nesse ponto você já percebeu que sentir dor, e um prazer pra mim e que escrever não limita minhas certezas. Não me encare, so siga em frente.


CYNTHIA FERREIRA DA CUNHA
tracking img