Plano regional do norte sistema de conectividades

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1188 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Plano Regional do Norte
Sistema de Conectividades

Autores:
Carlos Rebelo

B.1 Acessibilidades, mobilidade e logística
O planeamento e ordenamento do território buscam uma correcta organização dos sistemas de transportes de suporte e desenvolvimento de um território específico, com o objectivo de capacitar o funcionamento e a articulação entre si dos diferentes modos de transporte,permitindo que todos desempenhem o seu papel sem atrofiamentos. Contudo as últimas décadas do planeamento sectorial conduziram-nos a um excessivo foco sobre as infra-estruturas e em particular as rodoviárias, criando 3 riscos a serem corrigidos:
* Risco de sobredimensionamento das redes viárias, sem hierarquização das mesmas.
* Risco de procura de um único modo de transporte.
* Risco deexcesso de infra-estruturas desorganizadas com manutenção e sustentabilidade insuportáveis.
O objectivo central do PROT – Norte passa pela promoção de soluções que aumentem a mobilidade de pessoas e mercadorias, Dotando os agentes regionais dos instrumentos básicos para o desenvolvimento da multimodalidade das soluções, dos serviços e dos indivíduos (cultura do “cidadão multimodal”).
B.1.1 Asestradas
Na região Norte a rede viária está bem definida na sua cobertura, contudo a sua hierarquia é pouco clara e possui diferentes soluções de gestão.
O PROT – Norte propõe a criação de uma rede regional de estradas, após a correcção da hierarquia das redes e a criação de uma rede de itinerários municipais principais articulados com a rede regional, face à extensão de vias municipais existentes ecom características e regimes diversos.
A articulação rodoviária de primeiro nível (nacional) com os espaços de fronteira estabelece-se através da rede de itinerários principais, sendo que nem todos têm o mesmo papel.
A região do norte, do ponto de vista da rede viária estruturante encontra-se suficientemente servida de nova infraestrutura (existente e prevista). Havendo somente dois casos amerecer uma atenção especial.
B.1.2 As redes ferroviárias
A rede ferroviária convencional na Região do norte possui uma baixa densidade, contudo a sua concentração no Arco Metropolitano do Porto confere-lhe uma especial importância quer em termos de passageiros quer em termos de mercadorias, uma vez que liga entre si as principais infraestruturas de transporte.
Fora do arco metropolitano, deve serdado um impulso á cidade da Régua, de modo a melhorar a mobilidade intra-regional e para criar uma alternativa não rodoviária ao transporte interurbano na faixa litoral, deve igualmente ser remodelada a Linha do Vouga.
A localização das estações das novas linhas ferroviárias é também uma questão essencial na definição do modelo territorial para o Litoral Norte, ao determinar novos arranjos nasligações interurbanas e noutros modos de transporte.
Contudo a previsão do próximo ciclo de investimento público dá prioridade ás novas linhas de altas prestações, mas esta situação pode ser uma vantagem uma vez que vai potenciar a utilização dos transportes ferroviários.
No caso da linha do Douro, a mesma deve ser remodelada tendo em vista actividades turísticas, uma vez que a exploração regularde passageiros e mercadorias não justifica a sua manutenção.
Há a considerar também a expansão das redes de metro e eléctrico no Porto e a eventual criação de uma nova rede na cidade de Braga. É essencial a densificação da rede de metro no interior do núcleo central da área metropolitana, dotando a mesma de um esqueleto que garanta a diversidade de oferta de soluções de transportes (viabilizaçãodo indivíduo multimodal).
Porto e Braga, tal como outras cidades europeias apresentam uma morfologia urbana pouco favorável para o sistema de mobilidade. Nos últimos trinta anos o crescimento da motorização, estrangulou a rede de eléctricos e reduziu substancialmente os espaços destinados a circular a pé e de bicicleta. Face á actual situação urge o desenvolvimento de novos projectos como o...
tracking img