Plano real

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3952 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Plano Real
Resumo
No presente trabalho analisamos a constituição do Plano Real em sua essência e as condições necessárias à sua implementação e também êxito no longo prazo.
O trabalho está dividido em duas partes, a primeira contendo três capítulos e a segunda seis. Na primeira parte analisamos as fases assim denominadas I, II e III do plano; respectivamente: os ainda tímidos ajuste fiscal eabertura comercial do período anterior a 1994; o período de transição –que compreende os quatro meses de URV- e a fase inicial de existência da nova moeda propriamente dita, que compreende até o início do ano de 1996.
Na segunda parte analisamos os desequlíbrios e tendências característicos do plano e que foram sentidos ainda anteriormente ao início da fase IV, que corresponde à segunda parte dotrabalho. Aqui, aprofundamos a análise dos paradoxos entre o curto e longo prazos típicos de planos de estabilização como o Real, assegurando uma visão em perspectiva das características do plano e do novo modelo de desenvolvimento por ele incorporado.
O último capítulo conclui todo o trabalho, também sinalizando um relevante alerta aos interessados no entendimento das reais chances de êxito danova moeda.
Parte I
1. A implementação do programa e seus antecedentes
1.1 Antecedentes
Embora o enfoque usual se dê a partir do ano de 1994 no que se refere ao início do programa de estabilização, devemos destacar aqui determinadas medidas de política econômica tomadas desde o início da década que, de algum modo, contribuíram de maneira relevante à sobrevivência do plano no curto prazo.Superávit/Déficit do setor público-10-505101990199119921993199419951996primáriooperacional
Gráfico 1.A Fonte: BCEN
Foram elas, basicamente, o início do ajuste fiscal e a abertura econômica iniciada ainda na década de oitenta. Sendo aquela intensificada no governo Itamar sob clima “emergencial” já com o intuito de implantação do plano (ver gráfico 1.A). A abertura comercial (tabela 1.A) intensificada nogoverno Collor, por sua vez, embora obviamente não estivesse sob a égide do plano real, apesar de ser parte integrante de um mesmo modelo de desenvolvimento, contribuiu para que, quando da explosão da demanda ocorrida logo nos
primeiros meses do plano, a mesma fosse em parte mais eficientemente saciada já que, como é sabido, a eficiência de uma abertura comercial requer tempo. Não bastariaapenas reduzir drasticamente as alíquotas de importação, pois a reação dos agentes é demorada. Seria necessária a constituição de um segmento importador no país com infra-estrutura de serviços e distribuição abrangentes para que a concorrência externa pudesse mostrar-se eficaz nos momentos críticos de explosão de demanda.
Abertura da economia brasileira
Liberalização tarifária ( % )
Ano
1990
19911992
1993
1994
1995
Moda
40
20
20
20
20
2 e 14
Média
32
25
21
17
14
13
fonte: Ministério da Fazenda
Tabela 1.A
1.2 Implementação
A segunda fase constituiu na implementação da URV como indexador geral da economia. Esta fase constituiu, seguramente, a manobra técnico-econômica mais engenhosa de todo o plano.
A URV era indexada diariamente em relação ao cruzeiro-real, maspossuía valor fixo em relação ao dólar, logo, diminui-se o horizonte indexador do usual período de um mês para apenas um dia. Os agentes econômicos passaram então a contar novamente com uma unidade de conta confiável, já que a indexação era diária.
Notemos que não se lançou mão, preponderantemente, de políticas de rendas (tais como os já desgastados congelamentos ou confiscos de depósitos), mas depolíticas de mercado, na medida em que se possibilitou um período útil de reajustamento gradual dos
preços relativos para um regime de estabilidade econômica. O que não significa, como analisaremos, menor relevância das políticas de renda no contexto da estabilização.
Se por um lado a URV possibilitou uma redução drástica da memória inflacionária e também o reajustamento dos preços relativos,...
tracking img