Plano de ensino

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (467 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A abordagem da maturação biológica
Todas as teorias sobre a maturação biológica compartilham uma visão central de que a fonte das mudanças que caracterizam o desenvolvimento humano é endógena, ouseja, que a mudança vem de dentro do organismo como uma conseqüência dos genes que o organismo herda. Desse ponto de vista, a principal causa de desenvolvimento é a maturação, uma seqüência de mudançasgeneticamente determinadas que ocorrem desde um ponto inicial imaturo, na concepção, até a plena idade adulta.
Os psicólogos cujas teorias são embasadas na maturação biológica tem maior probabilidadede encarar o desenvolvimento psicológico como uma progressão em etapas que acompanham (e são causadas por) mudanças biológicas do organismo. Em sua opinião, o papel do ambiente é secundário namoldagem do curso básico do desenvolvimento. Esse ponto de vista foi claramente expressado por Arnold Gesell (1880- 1961), um dos psicólogos do desenvolvimento mais influentes do início do século XX:
Oambiente... determina a ocasião, a intensidade e a correlação de muitos aspectos do comportamento, mas não engendra as progressões básicas do desenvolvimento do comportamento. Estas são determinadas pormecanismos inerentes à maturação. (1940, p. 13)
Como já mencionamos anteriormente, as idéias de Sigmund Freud (1856-1939) exerceram uma enorme influência sobre os conceitos modernos da naturezahumana. Entre os teóricos do desenvolvimento, Freud foi o primeiro a enfatizar a importância da vida emocional para a formação e o funcionamento da personalidade humana. A conhecida crença de Freud de quea gratificação de demandas biológicas básicas fosse o motivo primário do comportamento humano situa-o entre os teóricos da maturação biológica. Contudo, quando consideramos o processo dodesenvolvimento individual, Freud, como Gesell, atribuíram algum papel ao ambiente. “O fator constitucional”, escreveu ele, “precisa antecipar as experiências antes de poder se fazer sentir” (Freud, 1905/1953 a,...
tracking img