Piaget e teoria piagetiana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1218 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE
MARÍLIA FARIAS XAVIER

Piaget e a teoria Piagetiana


Jean Piaget, foi um importante filósofo e psicólogo nascido na Suíça, conhecido pelas suas teorias e estudos voltados para o processo do conhecimento humano. Nasceu em 9 de agosto de 1896, na cidade suíça de Neuchâtel, no Cantão francês, e faleceu em Genebra, em 1980. Desde muito jovem Piagetinteressou-se por questões científicas, aos 10 anos publicou observações sobre um pardal albino o qual havia estudado.
Concluiu seus estudos em Ciências Naturais e aos 22 anos já fazia doutorado também nessa área, tornou-se internacionalmente conhecido através da publicação de vários artigos sobre espécies de moluscos. Foi professor de diversas disciplinas em várias universidades dentre elaspsicologia, sociologia, filosofia das ciências, história do pensamento científico, psicologia experimental e psicologia do desenvolvimento, além de professor exerceu importantes funções administrativas e político-científicas. Piaget é considerado um dos mais importantes pesquisadores e teóricos do século XX.
Uma das pesquisas de Piaget baseava-se em estudar como se desenvolvia o conhecimentohumano, questionando de que forma o homem atingia o conhecimento lógico-abstrato (característica essa que o difere das demais espécies), ele questionava de que forma era possível alcançar o conhecimento, o que para ele significava organizar, estruturar e explicar as experiências a partir do que foi vivido. Todos esses questionamentos e pesquisas resultaram em um estudo teórico-experimental denominadoEpistemologia Genética.
Para poder abordar cientificamente todas essas questões, Piaget realizou inúmeras experiências, inclusive com seus próprios filhos, formulando situações concretas, onde ele pode estudar o desenvolvimento do pensamento das crianças, observando as formas de organização do pensamento e da ação.
A partir dessas experiências ele pode concluir que as relações como meio sãofundamentais para que o indivíduo possa adquirir conhecimento, mas somente a vivência não basta, pois segundo Piaget não há conhecimento sem conceitos. “A humanidade atravessou alguns milênios sem perceber a relação entre vida e calor do sol; conhecer algo a respeito do calor solar seria inserir o calor sentido na pele num sistema de relações que permite compreendê-lo como condição de existência davida.” (Chiarottino, 1988). Dessa forma experiência e conhecimento não é a mesma coisa, para que se haja conhecimento é necessário a organização da experiência num sistema de relações.
Outras observações de Piaget são as noções de “inferioridade” e “superioridade” relacionadas às etapas da construção de capacidade do conhecimento, onde ele afirma que se não há lesões orgânicas, as crianças que nãotiveram oportunidade de relações de troca com o meio, podem superar esse déficit. Dessa forma crianças consideradas “inferiores” podem se tornar “superiores” quando solicitado pelo meio.
Um bom exemplo citado por Zélia Chiarottino em seu livro “Psicologia e Epistemologia genética de Jean Piaget” é visto quando ela compara duas crianças, uma de baixa renda que está inferiorizada em relação à outrade classe média/alta por não saber estruturar um discurso, tornando-se incapaz de contar a história de sua vida, e a segunda de classe média/alta que está inferiorizada com relação à primeira por não saber resolver problemas da vida cotidiana. Porém, se o meio exigisse dessas crianças essas experiências, elas iram adquirir tais conhecimentos.
Vários conceitos estão atrelados a teoria dodesenvolvimento do conhecimento humano, desenvolvida por Jean Piaget, eles são: Esquema, equilibração, hereditariedade, assimilação, acomodação, adaptação e estrutura.
Os esquemas ou esquemas de ação, como também podem ser chamados, são os reflexos das crianças que a medida com que elas vão se desenvolvendo mentalmente, tornam-se mais complexos, deixando de ser apenas respostas aos estímulos (pegar,...
tracking img