Pesquisa sobre a ead no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2412 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1.0 - A EAD no contexto mundial e no Brasil


Experiências educativas a distância já existiram no final do século XVIIIº, se desenvolveram com êxito a partir da segunda metade do séc. XIX, para qualificação e especialização de mão-de-obra face às novas demandas da nascente industrialização, da mecanização e divisão dos processo de trabalho. Alcançaram uma rápida expansão no séc. XX,sobretudo a nível de estudos superiores. Porém, é a partir da década de 60 e 70, “num momento de expansão econômica e de entusiasmo dos governos em relação à educação” (MEDIANO, 1988:46) e devido aos graves problemas enfrentados pelo sistema formal de educação (monopolista, fechado, ritualista, expulsador e de exclusão), ao processo de democratização da sociedade e ao desenvolvimento das técnicas decomunicação, que se vem caminhando, de maneira mais rápida e expansiva, para novas formas, abertas, de educação:

“Em mais de 80 países do mundo o ensino a distância vem sendo empregado em todos os níveis educativos, desde o primeiro grau até a pós-graduação, assim como também na educação permanente” (LISSEANU, 1988: 70).


Na Europa, são oferecidos mais de 700 programa de diferentesníveis, nos mais variados campos do saber. Segundo o Conselho Internacional de Ensino a Distância /CIED, em 1988, mais de 10 milhões de estudantes acompanhavam seus cursos a Distância (apud KAYE, 1988:57) e, em nível superior e de pós-graduação, essa formação é reconhecida legal e socialmente (IBAÑEZ, 1989). A Universidad Nacional de Educación a Distancia /UNED, na Espanha, oferece 200 cursos, emnível superior, a mais de 140.000 estudantes matriculados em 1995. A universidade de Hagen (Alemanha) e a Open University são reconhecidas internacionalmente e caracterizadas pela excelência de seus cursos. Nos países socialistas do Leste europeu desenvolveu-se uma política coerente para assegurar a formação dos trabalhadores. Somente na Rússia, 2.500.000 estudantes (mais da metade dos inscritos nasuniversidades) estudavam a distância antes da ruptura do bloco socialista.
O Parlamento Europeu reconheceu a importância da EAD para a Comunidade Européia ao adotar uma Resolução sobre as Universidades Abertas (10/07/87) e ao desenvolver diversos programas comunitários, a partir de 1991, utilizando a modalidade da EAD. É o caso dos programas Sócrates, Leonardo da Vinci e ADAPT (do Fundo SocialEuropeu).
Na China, a televisão cultural universitária, desde 1977, oferece cursos a distância, enquanto na África os programas educativos a distância ainda são incipientes, face às limitações de recursos econômicos. A Austrália, por outro lado, é o país que mais desenvolve programas a distância integrados com as universidades presenciais.
Na América Latina há países tomando a iniciativa deconsolidação e institucionalização de programas de EAD, como a Universidad Nacional Abierta de Venezuela, a Universidad Estatal a Distancia de Costa Rica e o Sistema de Educación Abierto y a Distancia de Colombia . No Brasil, a EAD começa a ser posta como uma alternativa já “possível e viável” para solucionar a “falta” de instrução e educação da maioria da população adulta e trabalhadora.Porém, a expansão quantitativa (mais alunos e mais instituições) foi sempre acompanhada pela busca do incremento qualitativo. Existe toda uma gama variada de estudos e pesquisas sobre as experiências de EAD no mundo que vêm apontando ser esta uma modalidade de educação eficaz para atender não somente à população que, embora não o seja legalmente, na prática é excluída do ensino presencial, comotambém a todos os cidadãos que em algum momento de sua vida ativa necessitam de formações distintas ou pretendem ter acesso a uma educação continuada e permanente. A EAD, pois, oferece serviços educativos aos quais não tiveram acesso diversos setores ou grupos da população, por inúmeros motivos, tais como: localização geográfica ou situação social, falta de oferta de determinados níveis ou...
tracking img