Partida de motores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1315 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
6.1 - Dimensionamento de Partida Direta

Neste tipo de partida o motor parte com valores de conjugado (torque) e corrente de partida plenos, uma vez que suas bobinas recebem tensão nominal.

Neste caso o motor pode estar fechado em estrela ou triângulo como podemos ver abaixo:

 

Esta partida é considerada aplicável somente em casos em que o motor a ser utilizado não possua mais do que7,5cv de potência.

Algumas perguntas ficam em nossa mente quando decidimos dimensiorar uma chave de partida:

* Qual contator usar?
* Qual fusível aplicar para protejer o circuito?
* Qual o valor de corrente do relé térmico?

Aqui nós responderemos todas estas perguntas.

Para ficar mais lógico estaremos simulando o dimensionamento de um motor de 30cv  e 4 polos que será ligadoa uma rede de 380V/60Hz. A corrrente nominal deste motor é de 44A e possui um Ip/In de 8,0. Este trabalha em serviço normal de manobra com rotor gaiola de esquilo e desligamento em regime e possui um tempo de partida igual a 5 segundos.

Antes de qualquer coisa vamos relembrar como é o circuito de potência da partida direta:

Roteiro de Cálculo

Vamos começar com o dimensionamento docontator K1:

Neste caso o contator K1 deverá possuir uma corrente Ie (corrente nominal do contator) maior que a corrente nominal do motor, ou seja:

K1 =>  Ie > In x 1,15
Logo, teremos em nosso exemplo:
K1 =>  Ie > 44 x 1,15
Ie > 50,6A
Com base base nos dados encontrados e tomando como base o tipo de aplicação do motor temos no catálogo da WEG o contator CWM65 que suporta 65A,o fato do cálculo ter mostrado que a corrente é de 50,6A faz com que não utilizemos o contator CWM50 pois sua corrente nominal é maior que a corrente calculada.

 Agora faremos o dimensionamento do Relé Térmico:

O Relé Térmico deverá possuir corrente nominal igual a corrente nominal do motor. Com isso podemos deduzir a fórmula:

FT1 = In
Temos então em nosso caso, o seguinte:
FT1 = 44ADe acordo com o mesmo catálogo de dispositivos da WEG temos o relé térmico RW67-2D3-U057 com ajuste de corrente entre 40 e 57 sendo o mais recomendado ao nosso sistema, observem que o modelo 1D3 não se aplica pois não suporta montagem no contator escolhido.

CLICK AQUI PARA O DOWNLOAD DO CATÁLOGO

 Vamos agora dimensionar os fusíveis F1, F2 e F3, nesta etapa teremos 3 condições que deverão serobservadas e todas as situações deverão ser atendidas pelo sistemas, vamos as três situações:

1º situação:
A corrente nominal do fusíve de primeiramente suportar a corrente do motor no instante da partida, ou seja, Ip/In, logo:
Ip = Ip/In x In
Ou seja, no nosso exemplo teremos a seguinte situação:
Ip = 8,0 x 44
Ip = 352A
Então, através da tabela de fusíveis e sabendo-se que o tempo departida do motor é de 5 segundos, definimos o fusível a ser aplicado no motor, como podemos observar o fusível escolhido por este passo é o de 100A.

BAIXE AQUI O CATÁLOGO DE FUSÍVEIS

2º situação:

A corrente do fusível deverá suportar 20% a mais que a corrente nominal do motor, logo:
IF > 1,2 x In
IF > 1,2 x 44
IF > 53A
Então, o fato do fusível abordado no primeiro caso sermaior que 53A significa que atende a necessidade, em caso contrário (IF > IP) teríamos que encontrar na tabela outro fusível que atenda a necessidade.

3º situação:

Os fusíveis terão que suportar também a corrente que circulará no relé térmico e no contator, sendo assim:

IF < IF max K1
100A < 125A (fig abaixo)

IF < IF FT1
100A < 100A

Portanto, podemos concluir que osfusíveis NH de 100A suportam todas as exigencias e expecificações requeridas.

Resumindo teremos em nosso acionamento:
    - 1 contator CWM65
    - 1 Relé térmico RW67-2D3-U057
    - 3 fusíveis NH de 100A (retardado)

6.2 - Dimensionamento de partida estrela triângulo

A partida estrela triângulo é um tipo de partida indireta que tem como objetivo a redução da corrente de partida a fim de...
tracking img