Parasitologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1148 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O que é parasitologia

A parasitologia é uma ciência, da área de saúde, auxiliar da medicina e veterinária. Esta ciência atua no estudo dos parasitas invertebrados, protozoários e algumas espécies de parasitas vertebrados.

Esta ciência tem como objetivos principais:

* Tratar dos sintomas provocados por parasitas;

* Desenvolver tratamentos contra os parasitas;

*Identificar os processos de desenvolvimento de epidemias parasitárias;

* Criar métodos de profilaxia das doenças causadas pelos parasitas em seres humanos e animais.

Os especialistas em parasitologia precisam conhecer muito bem o ciclo de vida dos parasitas, as formas de infestação e os fatores que influenciam na distribuição e densidade dos parasitas. Esta ciência é muito importante,pois muitos parasitas podem provocar doenças complicadas, levando o indivíduo afetado, se não tratado adequadamente, à morte.

Principais doenças provocadas por parasitas (parasitoses):

Amebíase

Leishmaniose

Giardíase

Tricomoníase

Malária

Toxoplasmose

Esquistossomose

Teniase

Cisticercose

Enterobiose

Filariose

Ancilostomose

Ascaridíase

MétodosDiagnósticos na Parasitologia

A inclusão de diferentes métodos diagnósticos em parasitologia decorre da peculiaridade de cada parasitose, tendo-se em vista a biologia do protozoário ou do helminto a ser pesquisado. Os exames parasitológicos podem ser qualitativos ou quantitativos, apresentando diferentes sensibilidades na detecção de ovos e larvas de helmintos e cistos de protozoários. O sucessodiagnóstico das parasitoses depende da coleta das fezes e do número de amostras.

Amostras fecais

Exame macroscópico

As amostras de fezes não preservadas devem ser examinadas macroscopicamente para determinar a consistência, o odor, a cor, a presença ou ausência de sangue, de muco, de proglotes e de vermes adultos ou outras condições anormais. Consequentemente, o exame macroscópicodeve sempre anteceder o exame microscópico. O material fecal varia quanto a sua consistência, e geralmente é classificado em fezes formadas, semiformadas, pastosas ou líquidas diarréicas.

Os trofozoítas são usualmente encontrados nas fezes líquidas, nas pastosas ou no muco sanguinolento, enquanto que os cistos são diagnosticados nas fezes formadas ou semiformadas. Ovos e larvas dehelmintos podem estar presentes em todos os tipos de amostras fecais; entretanto, eles podem ser mais dificilmente encontrados em espécimes líquidos e, se presentes, em pequeno número. As formas móveis de protozoários se degeneram mais rapidamente do que as formas císticas; por esta razão, é de extrema importância que o estudo de espécimes fecais seja realizado o mais rápido possível. Aconsistência das fezes não interfere na distribuição dos ovos e das larvas de helmintos, apesar de nas amostras líquidas haver uma distribuição relativa do número de ovos, devido ao fator de diluição. As fezes devem ser distribuídas no laboratório quanto a sua consistência. O material fecal líquido ou pastoso deve ser examinado primeiro, sendo seguido pelos espécimes semiformadas e formados. Registrar apresença de sangue e muco nas amostras fecais, os quais podem indicar manifestações patológicas do trato gastrointestinal. O sangue oculto nas fezes pode estar relacionado com uma infecção parasitária, ou ser um resultado de outras condições anormais. A ingestão de diferentes produtos químicos, medicamentos ou alimentos podem atribuir às fezes colorações variadas. O exame macroscópico pode serrealizado pela simples observação ou pela tamização, as quais, em muitos casos, são suficientes para estabelecer um diagnóstico final.

Neste presente trabalho serão abordados dois métodos, o de Flutuação Simples pelo Método de Willis e o de Centrífugo Sedimentação pelo Método de Ritchie.

Flutuação Simples

Flutuação em Solução Saturada de Cloreto de Sódio (WILLIS, 1921)...
tracking img