Panorama do novo testamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2147 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ESPIRITO SANTO
CURSO DE CONVALIDAÇÃO EM TEOLOGIA

JONATHAS MIRANDA AMBRÓSIO

OS CONCEITOS DE MORAL E RELIGIÃO NO PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM

CARIACICA
2012
JONATHAS MIRANDA AMBROSIO

OS CONCEITOS DE MORAL E RELIGIÃO NO PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM

Artigo apresentado no curso de convalidação em Teologia ao Instituto de Ensino Superior do EspíritoSanto para conclusão da disciplina: Introdução à sociologia.

Orientação: Cintia Christiele B. Dantas

CARIACICA
2012
O PENSAMENTO MORAL

Em sua obra é possível observar a constante preocupação de Durkheim com o fator moral, com isso seu entendimento acerca deste é que a moral era um sistema de fatos realizados, ligados ao sistema total do mundo e é a partir dessa premissa que ele tentatratar os fatos da vida moral a partir do método das ciências positivas (DURKHEIM, 1995). Para Émile a questão da moralidade e a construção da sociedade caminham de mãos dadas, pois a sociedade tem a função de criar o ideal, passando a se tornar o habitat de uma vida moral.

Para compreender a concepção do fator moral em Durkheim, conforme a Doutoranda Marina Melo (2009, p.8) interpreta a partirdo texto “Determinação do Fato Moral”, capítulo de “Sociologia e Filosofia” (1906), observando que a moral é tratada, de uma maneira geral, como um sistema de regras de conduta. Todavia, há distinção entre as regras morais de outras. Para Melo (2009, apud DURKHEIM, 1970 [1906], p. 44) ele observa que as regras morais possuem uma autoridade especial, ou seja, uma das primeiras características daregra moral é a obrigação.

Quanto aos objetivos da consciência moral, Durkheim observa que essa envolve toda a sociedade ligando cada indivíduo ao seu respectivo grupo, não sendo, portanto de objeto individual ou egoísta. Conforme as “Regras do Método Sociológico” ele enfatiza as características do fato moral, argumenta que a sociedade é um bem desejável para o indivíduo, bem como, um meio ondeo indivíduo também se realiza (DURKHEIM, 2001 [1895]). Portanto a sociedade é primordial a vida do individuo, se tornando um bem de autoridade moral, necessitando, porém de estar diretamente conectados a seu devido tempo.

Ainda conforme Melo (2009, p.10), no que tange aos aspectos da moral em Durkheim, essa deverá ser visualizada sob dois diferentes aspectos, a saber, o objetivo e o subjetivo.Em sua consideração como moral objetiva, temos uma sociedade regida por normas baseadas nos preceitos morais dessa mesma sociedade, sob as quais os tribunais se guiam para condenar os indivíduos que dessa moral ‘fogem’. Por outro lado, a moral subjetiva está na esfera da posição dos indivíduos frente a essa moral objetiva posta acima. Dessa maneira, cada indivíduo interpreta a moral comum ao seumodo e um indivíduo pode até mesmo interpretar a moral comum como imoral. Podendo através disto desenvolver inúmeros conceitos deste tipo de moral. Nas palavras do autor citadas por Melo (2009 apud DURKHEIM, 1906, p. 48): “Cada indivíduo, cada consciência moral exprime a moral à sua maneira (...). Os aspectos, mesmo os mais essenciais, da moral são percebidos diferentemente pelas diversasconsciências”.

Apesar desta detecção dupla do conceito moral, Durkheim se atem a analisar a moral objetiva, uma vez que esta serve como um ponto de referência comum de julgamento das ações. Na sua visão ele se atenta a corroborar a legitimidade da Sociologia enquanto ciência, e é com base nessa preocupação que Durkheim alega que para estudar a moral teoricamente, o primeiro passo a ser dado é o de saberonde ela habita, quais as características que permitem ao pesquisador distinguir os fatos morais de outros fatos, isto é, “encontrar a característica diferencial das regras morais (Ibid , p. 49).”

Ao violar as regras morais algumas consequências são acarretadas, podendo ser de ordem direta ou indireta. No primeiro caso a violação trás em si mesmo a punição, como regras de higiene pessoal,...
tracking img