Os cuidados de enfermagem ao idoso com mal de alzheimer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2475 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
OS CUIDADOS DE ENFERMAGEM AO IDOSO COM MAL DE ALZHEIMER
Ana Tereza
Denifer Havena
Enoque Ferreira
Laís Souza
Juliana de Jesus
Rosely Gomes
Tamires Dourado

RESUMO
O Mal Alzheimer é uma doença que afeta principalmente os idosos tem aumentado prevalência devido ao envelhecimento populacional. É caracterizada por ser um distúrbio neurológico com causa desconhecida, que não possui cura e acarretadanos progressivos ao paciente. Sendo assim é relevante para o enfermeiro uma melhor compreensão da patologia e da sua atuação como profissional.

PALAVRAS CHAVE: Mal de Alzheimer; Idoso; Cuidados de Enfermagem

INTRODUÇÃO
O mal de Alzheimer é uma doença neuro-degenerativa com causas ainda não conhecidas, embora se saiba que há um agente genético (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2011).
 De acordo com oMinistério da Saúde cerca de 15 milhões de pessoas tem mal de Alzheimer em todo o mundo. O Brasil possui 15 milhões de pessoas com mais de 60 anos de idade, e conforme a ABRAZ (Associação Brasileira de Alzheimer) (2011) seis por cento delas possuem Alzheimer.

Segundo a Alzheimer Disease Internacional (2011) estimasse que o número de pessoas com algum tipo demência ou Alzheimer no mundo devepraticamente dobrar em 20 anos. Infelizmente o Alzheimer é uma patologia que não possui uma forma de prevenção, apenas formas de se retardar as manifestações clínicas. O aumento dos índices do mal de Alzheimer tem gerado uma necessidade de se obter um conhecimento maior para uma melhor assistência para esses pacientes.
Cabe a enfermagem atividade de prevenção, inclusão, baseado no processo dehumanização onde analise o cliente como um todo, não focando somente a patologia, mas visando valores, princípios, ideias e atitudes, proporcionando uma melhora na qualidade de vida desses portadores de Alzheimer. Orientação à equipe de técnicos e auxiliares para elaboração e aplicação de atividades. As orientações aos familiares visam enfatizar a importância do afeto, da comunicação e da dedicação, dapaciência diante do paciente portador da doença de Alzheimer.(GOMES, 2010)
Portanto o trabalho apresentado tem como objetivo definir o papel da enfermagem em relação ao idoso com mal de Alzheimer, principalmente o idoso dependente.
FISIOPATOLOGIA
A doença se caracteriza pela morte gradual de neurônios, as células nervosas do cérebro. As causas desse desastre são pouco conhecidas. Sabe-se que elaestá relacionada a um acumulo de duas proteínas, a beta amilóide. (HARRISON, 2002).
Nos pacientes com demência do tipo Alzheimer (DTA) ocorrem alterações neuropatológicas e bioquímicas específicas. Essas alterações compreendem os emaranhados neurofibrilares (massa entrelaçada de neurônios não-funcionais) e as placas senis ou neuríticas (depósito da proteína β-amilóide, parte de uma proteínamaior, a PPA). Esse comprometimento neural ocorre principalmente no córtex cerebral, tendo como consequência a diminuição do tamanho do cérebro. Além do acúmulo de emaranhados neurofibrilares e de placas senis (neuríticas), levam também à degeneração cardiovascular. Há perda de células nervosas colinérgicas, importantes na memória, função e cognição. (SMELTZER E BARE, 2002 E NETTINA, 2001)
De acordocom Cayton, Warner e Grahan, (2000), o mal de Alzheimer afeta o cérebro destruindo seu componente básico, o neurônio. A perda de neurônio ocorre primeiro no hipocampo, no painel de controle central do sistema da memória. Do hipocampo, o mal de Alzheimer dissemina-se para os lobos frontais, parietais e temporais do córtex cerebral. A degeneração e a perda neural são gerais, embora especialmenteacentuadas nas células piramidais do hipocampo e células piramidais no córtex associativo. A degeneração aparece cedo no núcleo basal, e mais tarde no lócus coeruleos. A patologia inclui a presença de desarranjos neurofibrilares, placas neuríticas e degeneração granulovacuolar. Os desarranjos são massas intraneurofibrilares de filamentos citoplásticos (ABRANS,1994).
As degenerações ou emaranhados...
tracking img