Os 3 paradigmas da psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3197 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Psicologia

O termo psicologia, embora tenham sido criado há muitos séculos atrás, é de origem grega, formado pelas palavras gregas: psique que significa alma ( e alma era definida pelos Gregos como a fonte da vida, o que animava ou dava vida ao corpo) e, logos que significa estudo. Portanto, etmologicamente, psicologia significa estudo da alma.
Atualmente a psicologia é definida como oestudo do comportamento humano pelas limitações éticas de estudo, alguns autores preferem definir a psicologia como o comportamento dos organismos.
Se pensarmos que toda a construção parte de uma matéria-prima, podemos dizer que a matéria-prima da psicologia é a vida dos seres humanos. É a partir desse material que a psicologia construirá todo o saber.
A Psicologia é constituida como ciênciasomente no final do século XIX, uma ciência que estuda os fenômenos psíquicos e o comportamento das pessoas, num âmbito que insere o homem como ser individual e social, produtor e produzido pela inconsciência, outros na personalidade, uns no meio social, outros na individualidade, entre outras pesquisas relacionadas ao homem.
O desenvolvimento da Psicologia vai do senso comum para análisescientíficas. Mas mesmo como ciência ainda não consegue explicar muitas coisas sobre o homem, há o empecilho na ciência humana de o homem estar inserido no objeto de sua pesquisa, influenciado muitas vezes pelos seus valores, e a cada transformação na sociedade é uma transformação no homem, assim um novo objeto de pesquisa, novas teorias.
Este trabalho tem por objetivo mostrar os três paradigmas docomportamento humano: o Behaviorismo, a Gestalt e a Psicanálise.

Behaviorismo

Considera que o objetivo da Psicologia é o estudo do comportamento de um organismo em interação com o ambiente.
Fundadores: John Watson e Promotores: Edward Tolman, Edwin Guthrie, Clark L. Hull e B.F. Skinner.
John Watson criticava oestruturalismo e o funcionalismo se queixando sobre o fato de que os fatos da consciência não podiam ser testados e reproduzidos por todos os observadores treinados, pois dependiam das impressões e características de cada pessoa.
Watson sentiu que os psicólogos deviam estudar o comportamento observável e adotar métodos objetivos. Em 1912, nasceu o behaviorismo e dominou a psicologia americana portrinta anos.
Os psicólogos behavioristas estudavam os eventos ambientais (estímulos), o comportamento observável (respostas) e como a experiência influenciava o comportamento, as aptidões e os traços das pessoas mais do que a hereditariedade. Frederick Skinner vai além do behaviorismo de Watson e com ele nasce o behaviorismo radical que também considera os eventos ambientais, o comportamentoobservável (ações do indivíduo), mas também considera os comportamentos internos ou privados (pensar, sentir, etc).
* Características:
- Analisa o comportamento em si, e não alguma causa subjacente suposta.
- Todos os comportamentos, inclusive os inadequados, são adquiridos através de aprendizagem.
- Os princípios de aprendizagem podem ser extremamente eficazes na modificação do comportamentomal-adaptado.
- Trabalha-se a partir de objetivos específicos claramente definidos.
- Parte do pressuposto que o comportamento é multideterminado.
*Conceitos:
Comportamento
Há dois tipos de comportamento: operante e respondente. Comportamento respondente tem a ver com o que normalmente denominamos “reflexo” e não tem muita relação com a linguagem.
Comportamento operante é comportamento(lembrando que qualquer tipo de ação, inclusive o pensar, é considerado como comportamento) determinado pelas suas consequências. As consequências podem ser:
Reforço: faz com que a probabilidade daquele comportamento ocorrer novamente aumente, além de poder ter efeitos adicionais emocionais que normalmente identificamos como “bom”, “gostoso”, “prazer”, etc (falarei mais disso quando falar sobre...
tracking img