Ombro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2644 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
MÉTODO DE STENVERS
* Posicionar o paciente ereto ou pronado.
* Ajustar o queixo deixando a LIOM perpendicular ao filme.
* P.M.S. angulado 45º com a vertical.
* P.V.O.45º com o plano na mesa.
* Alinhar a região inferior do mastóide ao RC e para a linha central do filme.
(Avaliar a morfologia do crânio para determinar o grau de rotação exigido.)

Raio Central
Angular oraio 12º cranial, incidindo na base do occipital e emergindo pelo processo mastóide do lado de baixo.

Estruturas Mostradas:
* Pirâmide petrosa em perfil.
* Canais semi-circulares (Labirinto ósseo).
* Cavidade timpânica.
* Canal auditivo interno
* Células aéreas mastóides (com a ponta mastóide) evidenciados no osso occipital no lado examinado.

Uma imagem posicionadacorretamente demonstrará também:
* Côndilo mandibular superposto à coluna cervical.
* Cóclea.
* Processo mastóide em perfil abaixo da margem cranial .
* Margem posterior do ramo mandibular superposto à margem posterior da coluna cervical.
Patologia Demonstrada
A incidência de Stenvers mostra patologias do osso temporal (por exemplo, volumoso neuroma auditivo), que podemdeterminar assimetria dos CAI (condutores auditivos internos).
Geralmente observa-se ambos os lados para comparação.

Fatores Técnicos
Tamanho do filme - 18 x 24 cm (8 x 10 polegadas), em sentido longitudinal
Centralizar o filme ao RC projetado.

4.2 MÉTODO DE LAW MODIFICADO
Posicionamento:
* Posicionar o paciente ereto ou pronado.
* Evite a sobreposição do mastóide prendendo cadaaurícula à frente.
* Colocar a face lateral da cabeça contra a superfície da mesa/Bucky vertical, com o lado de interesse mais perto do filme; para conforto do paciente é necessário que o corpo fique oblíquo.
* Alinhar o P.M.S. com a superfície da mesa
* Bucky vertical.
* rodar a face 15° em relação ao filme. Previna-se contra inclinação mantendo a linha interpupilarperpendicular à superfície da mesa/ Bucky vertical.
* LIAM perpendicular à margem anterior do filme.

Raio Central
Angular o RC 15° caudal.
Centralizar o RC para sair na ponta do mastóide inferior e para entrar 2,5 cm (1 polegada) posterior e superior ao MAE superior.

Estruturas Mostradas:
* Perspectiva lateral das células aéreas mastóides
* labirintos ósseos mais próximos dofilme.
O posicionamento correto é indicado pelo seguinte:
* Mastóide de interesse (lado para baixo) visualizada sem superposição da
mastóide oposta (lado de cima) .
* Articulação temporo - mandibular visualizada anteriormente à mastóide de interesse. Aurícula do ouvido não-superposta à mastóide.

Patologia Demonstrada
Essa incidência demonstra patologias ósseas avançadas dosprocessos mastóides.
Ambos os lados geralmente são examinados para comparação.

Fatores Técnicos
Tamanho do filme - 18 x 24 cm (8 x 10 polegadas), em sentido longitudinal
Centralizar o filme para o RC projetado.

4.3 MÉTODO DE TOWNE
Posicionamento:
* Posicionar o paciente ereto ou em decúbito dorsal, com a parte posterior do crânio contra a mesa/superfície do Bucky.
* LOM oua LlOM perpendicular ao filme.
* Alinhar o P.M.S. perpendicular à linha média da grade ou da superfície da mesa/Bucky vertical
para evitar rotação da cabeça
Observação: Se o paciente é incapaz de deprimir o queixo suficientemente para trazer a LOM perpendicular ao filme, a LlOM pode ser colocada perpendicular e o ângulo do RC aumentado 37° caudal. Isso mantém o ângulo de 30° entre aLOM e o RC e mostra as mesmas relações anatômicas.

Raio Central
Angular o RC 30° caudalmente à LOM ou 37° à LlOM. Centralizar o RC ao P.M.S., em um nível 5 cm
(2 polegadas) acima da glabela, para passar através donível dos MAE.

Estruturas Mostradas:
* Dorso da sela.
* Clinóides posteriores no forame magno.
* Pirâmides petrosas bilaterais.
* Células aéreas...
tracking img